Eliseu Capoeira desafia Gunnar Nelson: ‘É um cara que sei que não foge de luta’

O brasileiro está focado em enfrentar um dos top 15 do ranking dos meio-médios chegar ao topo da categoria em 2019

Capoeira busca o topo do ranking dos meio-médios do UFC. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Elizeu Capoeira está focado em chegar ao topo da divisão dos meio-médios do Ultimate em 2019. Mesmo somando sete vitórias seguidas na organização, o brasileiro ocupa apenas o 14º lugar no ranking da categoria. Recuperado de uma lesão no joelho que o retirou do UFC Pequim, o lutador paranaense desafiou Gunnar Nelson para um confronto em março do ano que vem.

Veja Também

Embalado por seis vitórias seguidas, Elizeu Capoeira encara Li Jingliang no UFC China
Com lesão no joelho, Elizeu Capoeira é retirado do UFC China

“Se rolar essa luta mesmo para março, com certeza estarei representando muito bem o Brasil. Ele é um competidor, eu sou um competidor, quero me testar, ser o melhor, ele também quer. Então vamos brigar, vamos pra luta. É um cara que sei que não foge de luta, então estou aí e quero lutar com ele. Quero mostrar que sou melhor que ele”, disse Elizeu em entrevista ao site do canal Combate.

Capoeira acredita que sua falta de visibilidade no Ultimate ocorre porque não usa o ‘trash talk’ para divulgar suas lutas. Vendo isso, o brasileiro desde setembro de 2018 quando venceu Luigi Vendramini por nocaute vem pedindo adversários a franquia. O primeiro foi o ex-campeão Robbie Lawler, mas não foi atendido. No entanto, ele acredita que Nelson seria um bom rival no octógono.

“Pensei no Gunnar Nelson porque acho que é um cara que faz lutas boas, completo, está entre os melhores e acho que não nada mais justo do que eu lutar com um cara bom. Quero lutar com os melhores para chegar ao topo mais rápido. Quero este cinturão e estou aqui para isso. Acho que faremos uma grande luta e espero que ele aceite, já que, infelizmente, pedi o Robbie Lawler e não fui correspondido. Vamos ver o que vai acontecer agora”, explicou Capoeira.

Aos 31 anos, Elizeu tem 20 vitórias e cinco derrotas na carreira. Ele, não perde desde maio de 2015 quando estreou no Ultimate. O paranaense estava escalado para encarar Li Jingliang Pequim, mas foi retirado da luta devido à lesão no joelho.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments