Daniel Cormier chama USADA de ‘piada’ após nova polêmica com Jones

Segundo a Agência Antidoping dos Estados Unidos, Jon teria no corpo resquícios do esteroide turinabol que foram encontrados em 2017, antes de seu segundo combate com ‘DC’

D. Cormier tem uma rivalidade com ‘Bones’ de longa data. Foto: Reprodução/Instagram @dc_mma

Às vésperas do UFC 232, Jon Jones foi flagrado no exame antidoping com o esteroide turinabol. Segundo Agência Antidoping dos Estados Unidos, a substância encontrada no corpo do lutador em teste realizado no início de dezembro seria resquício do doping usado em 2017, antes de sua segunda luta com Daniel Cormier.

Veja Também

UFC 232 sai de Las Vegas para Califórnia após problema em antidoping de Jon Jones
Lutadores reagem à nova polêmica de Jon Jones

Por meio das redes sociais, Cormier chamou a USADA, o vice-presidente de saúde e desempenho de atletas do Ultimate, Jeff Novitzky, e o diretor executivo da Comissão Atlética do Estado da Califórnia (CSAC), Andy Foster de ‘piada’.

O campeão dos pesados afirmou que é uma piada ‘uma pitada de turinabol em uma piscina olímpica’ continuar após 18 meses do caso de doping.

“USADA = Piada

Jeff Novitzky = Piada

Andy Foster = Piada

Uma pitada de turinabol em uma piscina olímpica que fica em seu sistema por 18 meses = Piada

NSAC, vocês são legais”, postou ‘DC’ em seu twitter.

A Comissão Atlética do Estado de Nevada passou ilesa dos comentários de Cormier, pois negou autorização para que Jones lutasse em Las Vegas. A negativa ao Ultimate ocorreu, pois a entidade alegou que não teria tempo suficiente para investigar o resultado dos exames até o dia 29 de dezembro.

Assim, a organização transferiu o show de Las Vegas para Inglewood, na Califórnia (EUA). A comissão do estado já havia liberado Jones para voltar a lutar.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário