UFC on FX 2: Martin Kampmann finaliza Thiago Pitbull

Na estreia da divisão de pesos moscas, Joseph Benavidez garante vaga na disputa cinturão inédito

Martin Kampmann encaixa guilhotina e finaliza Thiago Pitbull. Foto: Josh Hedges

O Ultimate retornou a Austrália, nesta sexta-feira (2), em um evento de importante significado para a promoção. O UFC on FX 2 foi à 200ª edição de um show promovido pela organização, e com boas lutas, o show agradou ao público presente no Allphones Arena, em Sidney. Na atração principal da noite, o brasileiro Thiago Pitbull teve um bom início e vencia o combate contra Martin Kampmann, mas o atleta dinamarquês mostrou muita raça e poder de recuperação para finalizar a peleja com uma guilhotina no terceiro round e se colocar como um dos principais meio-médios do Ultimate.

Outro destaque do UFC on FX 2 foram as primeiras lutas da divisão de pesos moscas (até 57 kg.) na organização, onde Demetrious Johnson, que derrotou Ian McCall, e Joseph Benavidez, que passou por Yasuhiro Urushitani, irão disputar o cinturão da nova categoria.

Pitbull luta bem, mas é finalizado
Apesar vir de vitória em sua última luta, o brasileiro Thiago Pitbul chegou ao UFC on FX 2 ainda cercado de desconfiança, pois suas últimas apresentações haviam sido abaixo de seu potencial. Mas diante de Martin Kampmann, o atleta cearense mostrou a conhecida e perigosa trocação para levar perigo ao adversário, que, apesar da desvantagem, aceitava o combate franco. Porém, após ligeira vantagem de Pitbull nos assaltos inicias, veio o castigo no terceiro round. Faltando menos de 45 segundos para o fim da peleja, o brasileiro tenta derrubar o dinamarquês, que encaixa uma justa guilhotina durante a queda e força a desistência do atleta tupiniquim.

Benavidez vence e disputa cinturão dos pesos moscas
Quando o presidente do UFC, Dana White, anunciou a criação da categoria de pesos moscas, a expectativa para combates disputados e cheio de alternâncias foi grande. E nesta sexta-feira, na abertura das disputas, os atletas não decepcionaram e fizeram duelos eletrizantes.

Na primeira semifinal, do mini-GP, Demetrious Johnson e Ian McCall protagonizaram uma das lutas mais técnicas e movimentadas do ano. Johnson começou melhor, usando bem a movimentação para conectar mais golpes, enquanto McCall tenta encurtar a distância para levar a disputa para o solo. Mas depois Demetrious levar vantagem nos primeiros assaltos, Ian fez um terceiro round sensacional. O norte-americano derrubou o oponente, chegou as costas, montou e aplicou um duro castigo em Johnson até o final do duelo. Ao final de 15 minutos de disputa, Demetrious Johnson levou a luta na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28). Atualização: Comissão erra e luta entre Johnson e McCall termina empatada

Na disputa do inédito cinturão dos pesos moscas, o único garantido na disputa é Joseph Benavidez, que em não tomou conhecimento de Yasuhiro Urushitani, e após dominar o primeiro round, encerrou a disputa com apenas 11 segundos do segundo round.

Nos primeiros movimentos na segunda etapa, o japonês tentou aplicar um chute alto, mas foi surpreendido com um  direto violento, que o derrubou. Sem perder tempo, Benavidez partiu para o castigo no solo até o árbitro encerrar a disputa e decretar o nocaute técnico.

 

Confira abaixo os resultados completos do UFC on FX 2:

Card Principal

Martin Kampmann finalizou Thiago Pitbull com uma guilhotina no R3;

Joseph Benavidez derrotou Yasuhiro Urushitani por nocaute técnico no R2;

Demetrious Johnson e Ian McCall terminaram empatados;

Constantinos Philippou derrotou Court McGee na decisão unânime dos juízes;

 

Card preliminares:

James Te Huna derrotou Aaron Rosa por nocaute técnico no R1;

Anthony Perosh derrotou Nick Penner por nocaute técnico no R1;

Steven Sile derrotou Cole Miller na decisão unânime dos juízes;

Andrew Craig derrotou Kyle Noke na decisão unânime dos juízes;

TJ Waldburger finalizou  Jake Hecht com um arm-lock no R1;

Daniel Pineda finalizou Mackens Semerzier com um arm-lock no R1;

Shawn Jordan derrotou Oli Thompson por nocaute técnico no R2.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments