Ex-NFL acusado de violência doméstica reconhece culpa por golpe ilegal no UFC Brooklyn

Em entrevista após o evento, Greg Hardy assumiu a responsabilidade de ter aplicado uma joelhada ilegal em Allen Crowder no segundo round: ‘Estraguei tudo’

G. Hardy acertou uma joelhada ilegal em seu rival. Foto: Reprodução/Youtube ufc

Greg Hardy fez sua estreia no Ultimate durante o evento co-principal do UFC Brooklyn. Entretanto, sua primeira apresentação não terminou como esperava. O ex-jogador da NFL foi desclassificado após aplicar uma joelhada ilegal em Allen Crowder no segundo round. Em entrevista coletiva após o evento, ‘Prince of War’ reconheceu o erro por golpe ilegal e explicou que foi um ‘erro de cálculo’ por sua falta de experiência.

Veja Também

VÍDEO: Ex-NFL acusado de violência doméstica é desclassificado em sua estreia no UFC
VÍDEO: Assista o nocaute de Henry Cejudo sobre TJ Dillashaw no UFC Brooklyn

“Ele estava levantando. Foi inexperiência e falta de cálculo. Eu tentei acertar o tempo do jeito que o Donald Cerrone fez, e achei que era a coisa certa no momento, mas não era. Eu estraguei tudo”, justificou Hardy.

O ex-NFL acusado de violência doméstica afirmou que não teve a intenção de aplicar uma joelhada ilegal em seu rival. No entanto, Greg se sente culpado pelo incidente e admitiu que decepcionou sua equipe.

“Eu fui construído pra isso. Fui feito para isso e desapontei as pessoas. Desapontei minha academia, minha equipe e sabe? Isso é chato. Não queria que fosse assim. É chato para o Allen Crowder, em ser nocauteado desse jeito, independente do que ele acha de mim. Assumo total responsabilidade por isso, não é algo que fiz de propósito. Qualquer um que já me conheceu ou me acompanha sabe que não é algo que eu faria. Queria que voltássemos lá e tivesse o terceiro round”, concluiu o lutador.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário