Demian Maia diz que Michael Chiesa seria o ‘oponente ideal’ para a próxima luta

Com mais duas lutas em seu contrato com o Ultimate, o brasileiro afirmou que não é um atleta que desafia os outros, mas gostou da ideia indicada pelos fãs em suas redes sociais

D. Maia deve se aposentar em 2019 após 12 anos no UFC. Foto: Reprodução/Youtube ufc

Demian Maia finalizou Lyman Good com um mata-leão aos 2m38s do primeiro round em confronto no card principal do UFC Fortaleza, sábado (02). Desta forma, o brasileiro encerrou uma sequência de três derrotas e iniciou a contagem regressiva para o fim de seu contrato e possível aposentadoria do MMA. Em entrevista coletiva após o evento, o veterano apontou qual seria o adversário ideal para sua primeira luta das duas restantes em seu acordo com o Ultimate.

Veja Também

Com atuação impecável, Demian Maia finaliza Lyman Good no primeiro round do UFC Fortaleza
VÍDEO: Assista à finalização de Demian Maia sobre Lyman Good no UFC Fortaleza

Demian contou que desde a vitória de Michael Chiesa sobre Carlos Condit no UFC 232, em dezembro do ano passado, seus fãs vem sugerindo um confronto entre ele e ‘Maverick’. Maia afirmou que não é atleta que desafia os outros, mas gostou da ideia de enfrentar o norte-americano.

“Depois de ele vencer Condit, muitas pessoas foram ao meu Twitter e falaram sobre uma luta entre mim e ele. E eu achei interessante, porque, de fato, eu não vejo muitas lutas. (…) É um trabalho. (…) Eu não sou o tipo de cara que desafia os outros, mas o nome dele me veio à mente porque as pessoas continuam a me falar sobre ele”, falou Demian.

Demian soma 29 lutas em quase 12 anos no Ultimate, sendo 20 triunfos e nove reveses. Após o UFC Fortaleza, Maia tem mais duas lutas em seu contrato que pode não ser renovado. O lutador quer focar em outros projetos fora do octógono.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário