Georges St-Pierre anuncia aposentadoria do MMA

Em coletiva de imprensa, o ex-campeão dos médios e meio-médios do UFC comunicou sua aposentadoria após 17 anos como lutador de MMA profissional

G. St. Pierre encerramento de sua carreira. Foto: Reprodução/Facebook UFCBrasil

Georges St. Pierre anunciou oficialmente sua aposentadoria do MMA em entrevista coletiva realizada em Montreal (CAN), na quinta-feira (21). Apesar dos pedidos de Khabib Nurmagomedov e Tyron Woodley, o ex-campeão dos meio-médios e médios do Ultimate comunicou o encerramento de sua carreira após 17 anos como lutador de MMA profissional.

Veja Também

Khabib pede que St. Pierre reconsidere aposentadoria: ‘Vamos lutar em novembro’
Khabib Nurmagomedov afirma que UFC negocia sua primeira defesa de cinturão contra Conor McGregor

“É preciso muita disciplina para se tornar e se manter campeão. Também é preciso muita disciplina para parar enquanto ainda sente que está na melhor forma física e mental da sua vida, mas eu sempre planejei deixar o esporte no topo e em boa saúde. Quero agradecer a minha família, meus treinadores e parceiros de treinos, meus patrocinadores e meus empresários pelo apoio indefectível durante todos estes anos. Sempre serei grato pelo trabalho de Lorenzo e Frank Fertitta, assim como por Dana White e todos os funcionários do UFC por me darem a oportunidade de mostrar minhas habilidades para o mundo, do UFC 46 ao UFC 217. Também quero agradecer a cada um dos meus adversários. Todos eles são atletas incríveis que trouxeram o melhor de mim. Eu me aposento das competições com grande orgulho de ter tido um impacto positivo no meu esporte. Pretendo seguir treinando e praticante artes marciais enquanto estiver vivo e estou ansioso para assistir a nova geração de campeões carregar nosso esporte para o futuro”, disse ‘Rush’.

St. Pierre iniciou sua trajetória no Ultimate em janeiro de 2014, quando venceu Karo Parisyan por decisão unânime no UFC 46.  A conquista do cinturão dos meio-médios ao nocautear o campeão Matt Hughes no UFC 65. Em sua primeira defesa de título, o canadense foi nocauteado por Matt Serra no segundo assalto no UFC 69 em abril de 2007. O duelo que é considerado uma das maiores zebras da história do MMA.

Georges se recuperou da derrota ao vencer Josh Koscheck por pontos em agosto de 2007. Assim, ele se credenciou a disputar o cinturão interino da categoria contra Matt Hughes e venceu por finalização. Com a vitória, St. Pierre conseguiu a revanche contra Serra. O reencontro pela unificação do título dos meio-médios ocorreu em abril de 2008, ‘Rush’ nocauteou o oponente no segundo round.

St. Pierre defendeu o cinturão nove vezes entre 2008 e 2013. Na última delas, venceu Johny Hendricks, em novembro de 2013, mas anunciou uma pausa por tempo indeterminado e abriu mão do título.

Após uma carreira vitoriosa de 17 anos, o canadense revelou que está bem fisicamente para o octógono. Entretanto, mentalmente não está pronto parar fazer outro camp no momento.

“Em toda luta você tem muita pressão sobre os seus ombros. Fisicamente estou 100%, mas mentalmente sinto que não posso entrar em outro camp agora, e não sei quando estarei pronto. Tenho que manter o equilíbrio mental. Não quero que o UFC espere por mim, por isso abdiquei do meu título. Um dia vou me sentir bem de novo, aí poderei ser o desafiante. Preciso ter uma vida normal por um tempo. Agora vou seguir treinando, ficando melhor. Muita coisa tem que mudar. Vou poder viver mais a vida normal. A questão é que minha maior qualidade é também um grande problema: fico completamente obcecado por uma coisa. É uma coisa louca. Vou focar mais em coisas normais agora. Se eu voltar um dia, voltarei muito melhor e mais forte”, prometeu Georges.

O ex-campeão dos meio-médios retornou ao Ultimate após quatro anos. St. Pierre subiu para a categoria dos médios para enfrentar o campeão, Michael Bisping. O confronto ocorreu no UFC 217, no dia 4 de novembro de 2017 e Georges finalizou o inglês no terceiro round e conquistou o segundo cinturão em divisões diferentes da organização. No entanto, ele anunciou uma pausa em sua carreira novamente e deixou o título vago.

Aos 37 anos, Georges St. Pierre anuncia de vez sua aposentadoria. Em 17 anos como profissional, ele realizou 28 combate, com 26 vitórias e duas derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário