Pedro Munhoz projeta pedir luta pelo cinturão dos galos em caso de vitória no UFC 235

Brasileiro garante que vai pedir uma oportunidade de disputar o título se vencer Cody Garbrandt no evento em Las Vegas, neste sábado (02)

P. Munhoz vai ter pela frente o ex-campeão da categoria. Foto: Reprodução/Instagram @pedromunhozmma

Pedro Munhoz terá um grande desafio no card principal do UFC 235, neste sábado (02), em Las Vegas. O brasileiro vai medir forças com ex-campeão dos galos, Cody Garbrandt. Em caso de vitória sobre ‘No Love’, o paulista planeja pedir oportunidade de disputar o título da divisão.

Veja Também

Em seu retorno ao octógono, Cody Garbrandt enfrenta Pedro Munhoz no UFC 235
Comissão Atlética de Nevada define árbitros das lutas principais do UFC 235

“Vou pedir o cinturão se eu ganhar. Mas o que acredito agora, jogando a real, é que se não houver a luta entre (Henry) Cejudo e TJ (Dillashaw), o que merece mais é o Marlon (Moraes, número 1 do ranking). Ele fez por merecer. Se essa luta fosse daqui a dois meses, eu ganhando do Cody sábado sou a segunda opção”, contou Pedro.

Garbrandt vive uma má fase no Ultimate, pois vem duas derrotas por nocaute para o campeão da categoria, TJ Dillashaw. Analisando o combate, Munhoz acredita que enfrentará um lutador mais maduro e que se expõe menos.

“Cody é um atleta bem emotivo, bem experiente, forte, e acredito que na luta contra o TJ foi algo mais emotivo pelo problema que eles tiveram. Acho que nessa luta ele vai vir um pouco mais maduro, vai se expor menos, mas fizemos acredito na minha equipe, no meu trabalho e nas minhas habilidades”, explicou o brasileiro.

Munhoz aposta que a luta com Garbrandt não vai durar os três rounds, pois está preparado para vencer por nocaute ou finalização.

“Acredito que a luta não vai durar três rounds, estou bem preparado e vou buscar o nocaute ou a finalização. Acredito que ele também vai buscar o mesmo, o que vai ser ótimo, e um dos dois vai abrir uma janela, não vai ficar uma luta travada. Será uma luta emocionante, que vai levantar o público (…). Acredito que a luta vai ser 80%, 90% em pé”, concluiu ‘The Young Punisher’.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments