Jones e Smith apontam Marreta como próximo desafiante ao título

Após três grandes performances na categoria, o brasileiro está cotado para ser o próximo desafiante ao cinturão pelos protagonistas do UFC 235: ‘Ele está muito bem’

J. Jones (esq.) e A. Smith (dir) se enfrentam no UFC 235. Foto: Reprodução/Instagram @lionheartasmith

Jon Jones e Anthony Smith vão disputar o cinturão dos meio-pesados na luta principal do UFC 235, neste sábado (02), em Las Vegas. Pensando no futuro, os protagonistas do card apontaram Thiago Marreta como próximo desafiante ao título da categoria.

Veja Também

Thiago Marreta sobe para quarto lugar no ranking dos meio-pesados do UFC
UFC Praga: Marreta vence Blachowicz e pede chance por cinturão contra Jon Jones: ‘Eu vou chocar o mundo’

As três performances de Marreta nos meio-pesados impressionaram o atual campeão da categoria. Em entrevista para o site do canal Combate, Jones afirmou que quer encarar os melhores lutadores do mundo e Thiago está mostrando que é um deles.

“Thiago Santos, sim! Ele está muito bem, se apresentando muito bem. O vejo sendo um desafiante ao título da divisão logo, logo. Estou aqui esperando os melhores lutadores do mundo, e ele está provando ser um deles”, elogiou ‘Bones’.

O brasileiro nocauteou Jan Blachowicz aos 39 segundos do terceiro round da luta principal do UFC Praga, no último sábado (23). Ao analisar o duelo, Smith afirmou que Marreta está realizando um trabalho excepcional na nova divisão.

“Ele parece bem. Foi a primeira vez que vi Thiago (Marreta) lutando de forma calculada, e não explodindo em ataque, e sempre fico com medo de ele fazer algo errado. Mas esse é o motivo que o faz tão perigoso, porque ele parte para cima e é muito agressivo, selvagem. Mas não sei se ele lutaria contra mim dessa maneira. Acho que ele está muito bem, fazendo um trabalho fenomenal, e mostrando o que todos querem ver. Essa ação é que faz as pessoas verem as lutas”, explicou Anthony.

‘Lionheart’ e Thiago se encontraram dentro do octógono no UFC Belém em fevereiro de 2018 pelos pesos médios. O brasileiro levou a melhor e venceu o combate por nocaute no segundo round. Se conquistar o cinturão dos meio-pesados, Smith garantiu que não tem problema de fazer uma revanche com Marreta.

“Talvez (possa ser o próximo adversário após Jones). Vai depender do que acontecer. Vou vencer e sei como as coisas funcionam, Jon Jones vai querer a revanche, mas por mim, posso lutar antes contra o Thiago (Marreta), concluiu o norte-americano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário