Grávida de sete meses, Mackenzie Dern planeja voltar a lutar em 2019

Ansiosa para retornar ao UFC, a peso palha espera dar à luz em maio e voltar a lutar ainda neste ano

M. Dern quer voltar ao cage para lutar por seu bebe. Foto: Reprodução/Instagram @mackenziedern

Grávida de sete meses, Mackenzie Dern não vê a hora de voltar ao octógono. Com o nascimento do bebê previsto para maio, a musa do UFC revelou que pretende retornar as competições ainda em 2019.

Veja Também

Rose Namajunas quer lutar com Mackenzie Dern para testar seu jiu-jitsu
VÍDEO: Assista a finalização de Mackenzie Dern no UFC 224
Apesar dos problemas na perda de peso, Mackenzie Dern planeja permanecer no peso palha

A norte-americana, filha de pai brasileiro e criada no país tupiniquim, projeta fazer história no Ultimate ao se tornar a primeira mãe a conquistar o cinturão da organização.

“Estou ansiosa pela oportunidade de fazer história. Eu quero lutar esse ano, espero. E isso está me dando motivação agora”, disse Mackenzie, em entrevista ao programa Ariel Helwani’s MMA Show.

Vencedora dos dois combates que realizou no UFC, a faixa-preta quer que seu filho assista suas lutas e siga seus passos nas artes marciais. Assim como ela foi inspirada a lutar por seu pai, o brasileiro Wellington ‘Megaton’.

“Eu sempre soube que queria ser mãe e não me aposentar. […] Eu quero que meu filho assista minhas lutas. Acho que é porque eu cresci vendo meu pai competir e me senti inspirada por ele. Eu sempre soube que queria isso para mim também”, contou Dern.

Mesmo ansiosa com a volta ao cage, Mackenzie explicou que vai esperar para ver como se sentirá após o parto. “Realmente não sei o que esperar. Estou muito ansiosa para voltar ao cage, lutar pelo meu bebê e minha família. Estou fazendo isso mais do que apenas por mim e isso é demais”, concluiu a peso palha.

Dern migrou do jiu-jitsu para o MMA em 2016 e se mantém invicta após sete combates. A lutadora já fez dois confrontos no Ultimate. Sua estreia foi em março de 2018, quando venceu Ashley Yoder no UFC 222. Em seu último compromisso, ela finalizou Amanda Cooper no primeiro round do UFC 224 em maio do ano passado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário