Cara de Sapato desafia Borrachinha: ‘Temos alguns problemas que precisamos resolver’

Com a saída de Borrachinha da luta com Romero no UFC Ft. Lauderdale, Cara de Sapato pediu o duelo diante do compatriota; Eles participaram do TUF Brasil 3 na mesma equipe

A rivalidade de A. Carlos (esq.) e P. Costa (dir.) iniciou no TUF 3. Foto: Montagem SL/MMA Press

Paulo Borrachinha estava escalado para encarar Yoel Romero na luta principal do UFC Ft. Lauderdale, dia 27 de abril. Entretanto, o Ultimate mudou de planos, retirou o lutador do card e chamou Ronaldo Jacaré para a atração. Assim que o mineiro ficou sem adversário, o também brasileiro Antonio Cara de Sapato desafiou o compatriota para um confronto.

Veja Também

Borrachinha sai e Ronaldo Jacaré enfrenta Yoel Romero na luta principal do UFC Ft. Lauderdale
Com Romero fora, Cara de Sapato desafia Paulo Borrachinha para confronto no UFC 230

Cara de Sapato explicou que todos os lutadores que se encontram no topo do ranking dos médios têm duelos marcados ou estão machucados. Assim, somente os dois estariam disponíveis para lutar no momento.

“Eu adoraria lutar com ele. Somos brasileiros. Temos alguns problemas que precisamos resolver. Nós estávamos na mesma casa. Eu sou campeão do The Ultimate Fighter Brasil. Ele perdeu dentro de casa e agora está tipo: ‘Ah, eu sou o cara do momento’. Não foi isso que aconteceu […] Eu gostaria de fazer isso pelo UFC porque parece que todo mundo no ranking tem uma briga ou se machucou. Eu seria o único que ele poderia lutar e para mim seria ótimo”, explicou Cara de Sapato em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie.

A rivalidade entre Cara de Sapato e Borrachinha iniciou durante as gravações The Ultimate Fighter Brasil 3. Apesar dos lutadores pertencerem à equipe de Wanderlei Silva, Antonio revelou que o mineiro não respeitava as regras das academias brasileiras e teria rechaçado suas habilidades na luta agarrada. Ao final do reality, o paraibano foi coroado vencedor na categoria dos pesados e conquistou um contrato com a organização.

Antônio Carlos vem de vitória por finalização sobre Tim Boetsch em abril de 2018 em Gladale. Ele tem um cartel de 13 lutas, com 10 triunfos, duas derrotas e uma luta sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário