Presidente do UFC releva que Ferguson recusou luta pelo título interino devido a problemas pessoais

Dana White disse que ‘El Cucuy’ não foi preterido pelo Ultimate e revela que lutador enfrenta problemas pessoais

D. White revelou que o lutador não foi preterido pela franquia. Foto: Reprodução/Youtube ufc

Tony Ferguson conquistou o direito de disputar o título dos leves ao nocautear Anthony Pettis no UFC 229, em outubro de 2018. Entretanto, o lutador parece ter sido preterido pelo Ultimate, ao momento em que foi confirmada a luta entre Max Holloway e Dustin Poirier pelo cinturão interino no UFC 236. Porém, o presidente da organização, Dana White revelou que ‘El Cucuy’ recusou luta devido a problemas pessoais

Veja Também

Joe Rogan acredita que Ferguson deve ser o próximo rival de Khabib
Khabib Nurmagomedov avisa Tony Ferguson: ‘Você perdeu a chance de lutar’

“Tony está lidando com muitos problemas agora e não pode lutar. Espero que as coisas melhorem para ele e que ele possa voltar”, respondeu White a um seguido no Instagram, segundo o site norte-americano Bloody Elbow.

Anteriormente, White havia apontado Tony como o próximo desafiante ao título linear, atualmente em posse de Khabib Nurmagomedov. Por isso, Dana afirmou que a ausência de Ferguson não aconteceu por vontade do UFC.

Ferguson se mantém invicto desde maio de 2012. Desde então, ele somou 12 triunfos no Ultimate, sendo seis finalizações, três por pontos e dois nocautes. Tony conquistou o título interino dos leves ao vencer Kevin Lee em outubro de 2017, mas foi destituído devido a uma série de lesões.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário