Presidente do UFC releva que Ferguson recusou luta pelo título interino devido a problemas pessoais

Dana White disse que ‘El Cucuy’ não foi preterido pelo Ultimate e revela que lutador enfrenta problemas pessoais

D. White revelou que o lutador não foi preterido pela franquia. Foto: Reprodução/Youtube ufc

Tony Ferguson conquistou o direito de disputar o título dos leves ao nocautear Anthony Pettis no UFC 229, em outubro de 2018. Entretanto, o lutador parece ter sido preterido pelo Ultimate, ao momento em que foi confirmada a luta entre Max Holloway e Dustin Poirier pelo cinturão interino no UFC 236. Porém, o presidente da organização, Dana White revelou que ‘El Cucuy’ recusou luta devido a problemas pessoais

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Tony está lidando com muitos problemas agora e não pode lutar. Espero que as coisas melhorem para ele e que ele possa voltar”, respondeu White a um seguido no Instagram, segundo o site norte-americano Bloody Elbow.

Anteriormente, White havia apontado Tony como o próximo desafiante ao título linear, atualmente em posse de Khabib Nurmagomedov. Por isso, Dana afirmou que a ausência de Ferguson não aconteceu por vontade do UFC.

PUBLICIDADE:

Ferguson se mantém invicto desde maio de 2012. Desde então, ele somou 12 triunfos no Ultimate, sendo seis finalizações, três por pontos e dois nocautes. Tony conquistou o título interino dos leves ao vencer Kevin Lee em outubro de 2017, mas foi destituído devido a uma série de lesões.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276



Comentários

Deixe um comentário