Lutador de 20 anos morre após ser nocauteado em evento de MMA amador em Manaus

Mateus Fernandes participava de um projeto de recuperação de viciados em drogas; o laudo do IML aponta overdose como causa da morte

Mateus faleceu neste final de semana. Foto: Facebook / Arquivo Pessoal

O MMA brasileiro está de luto! O lutador Mateus Fernandes, de 20 anos, morreu após ser nocauteado no terceiro round em um evento de MMA amador, em Manaus (veja o vídeo abaixo). Ele chegou a ser levado para o hospital, mas veio a óbito após quatro paradas cardíacas.

Veja Também

Conor McGregor volta a provocar Khabib Nurmagomedov em rede social
Justin Gaethje mira em luta contra Khabib Nurmagomedov: ‘É matar ou morrer’

De acordo com o laudo do do Instituto Médico Legal (IML), a morte de Matheus foi causada por overdose. O lutador teria feito uso de cocaína antes de subir para a luta.

Fernandes treinava no ‘Formando Campeões’, um projeto social que ajuda dependentes químicos através das lutas. A coordenadora do projeto, Vanderluce Cantuarias, relatou os últimos momentos de vida do lutador.

“Ele fez exames na sexta-feira e estava limpo, mas os ex-alunos nos disseram que ele passou a noite usando drogas”, disse Vanderluce.

“Ele não parecia ter usado nada. Ele estava suando muito, mas isso é comum, a adrenalina da luta. Ele se saiu muito bem nos primeiros rounds, mas foi acertado no terceiro round e caiu, e então começou a ter convulsões causadas pelas drogas”, completou.

“O evento tinha uma estrutura muito boa, mesmo sendo um evento que ainda está começando. Eles tinham uma ambulância particular que estava estacionada num estacionamento privado da casa. Nós, para socorrer com a maior agilidade, levamos o Mateus direto para um carro que parou na porta. Uma Fiorino que levou direto pro hospital”, disse Valmir Dieb, técnico do lutador e marido de Vanderluce, isentando o evento realizado pelo Rêmulus Clube de qualquer culpa.

Vídeo: Veja o momento do nocaute sofrido por Mateus Fernandes

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário