Max Holloway admite ter passado por depressão nos últimos anos

Atual campeão dos penas revela dificuldades para encarar doença durante os últimos anos de sua carreira

M. Holloway admite ter lutado contra depressão no ano passado. Foto: Reprodução/FacebookUFC)

O atual campeão dos pesos penas (até 65,8kg), Max Holloway admitiu ter passado por depressão durante os últimos anos de sua carreira. havaiano confirmou a informação em entrevista ao ‘Sports Ilustrated’. O lutador realiza sua estreia nos pesos leves (até 70,3kg) no próximo sábado (13), quando enfrenta o norte-americano Dustin Poirier, no UFC 236, pelo cinturão interino da categoria.

Veja Também

Jussier Formiga encara Joseph Benavidez no UFC Minneapolis
Ex-esposa acusa BJ Penn de violência doméstica: ‘Sinto medo’
Lyoto Machida sobre luta contra Chael Sonnen: ‘Ele não consegue me tocar’

“Cara, a última luta (contra Brian Ortega) foi bem emocional para mim. Um ano antes, eu tive muitas lutas e passei por uma depressão. Eu estava lutando, de alguma forma, contra a depressão. Era uma loucura ter de lutar assim”, comentou o atleta.

Holloway disse que está acostumado a lutar mais de duas vezes durante um mesmo ano. Como exemplo, no ano de 2015, Max subiu no octógono em quatro oportunidades diferentes, o que, para um atleta do UFC, é um grande feito. Nos últimos dois anos, o ‘Blassed’ realizou três lutas.

“No último ano, três lutas foram tiradas de mim. Eu fiquei mal. Depois disso, os médicos me recuperaram por duas vezes. Estou acostumado a lutar duas a quatro vezes no ano, e agora luto uma. Eu não tinha controle e não dizia nada”, comentou Max, que ainda se preocupou com a possibilidade da doença colocar um fim em sua carreira. “Depois das coisas que aconteceram, eu estava pensando: ‘cara, e se eu não lutar mais?”, questionou o campeão.

Holloway, no entanto, parece ter tirado bons aprendizados da situação. Segundo o atleta, ele se considera uma pessoa melhor após a doença e se diz em ótimas condições para enfrentar Dustin Poirier no próximo sábado.

“Eu cresci muito como pessoa. Um verdadeiro campeão é alguém que consegue bater no fundo do poço e voltar. Para a próxima luta, eu e Dustin tivemos altos e baixos. Atualmente estamos no auge e estamos disputando o título de uma das divisões mais perigosas do mundo”, finalizou Max.

Holloway, de 27 anos, vem de uma impressionante sequência de 13 lutas sem derrota. Seu último revés aconteceu em 2013, quando foi derrotado por Conor McGregor em decisão unânime dos juízes.

Caso vença o embate contra Poirier neste sábado, Holloway entrará para o seleto grupo de lutadores que conquistaram cinturões em categorias diferentes.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário