Paulo Borrachinha minimiza conquista de Israel Adesanya: ‘Cinturão de mentirinha’

Brasileiro provoca nigeriano e insinua que atleta não é o verdadeiro campeão da categoria; o título linear da divisão dos médios pertence ao australiano Robert Whittaker

P. Borrachinha minimiza título de I. Adesanya. Foto: Reprodução/Instagram @borrachinhamma

O lutador peso médio (até 83,9kg.) Paulo Borrachinha ironizou a conquista do nigeriano Israel Adesanya após o resultado da luta no UFC 236. O brasileiro realizou o anúncio em sua conta oficial do Instagram no último domingo (14), horas após o combate. Israel se tornou o campeão interino da divisão após vencer o norte-americano Kelvin Gastelum por decisão unânime dos juízes em uma luta épica.

Veja Também

Henry Cejudo dispara contra TJ Dillashaw: ‘Nunca mais luto contra ele’
Rich Franklin entra para o Hall da Fama do UFC e será o 16º representante na classe dos ‘pioneiros’
Dana White: ‘Se o Jacaré vencer e não disputar o cinturão, ele vai me matar’

“Sério? Este é o campeão (de mentira) interino)? Não há dúvidas que esta divisão já foi melhor”, comentou o brasileiro, que ainda desafiou Israel. “Aproveite enquanto pode, cara. Eu realmente espero que você conquiste o cinturão de verdade (linear) um dia para me enfrentar. Observação: eu não sou Gastelum”, finalizou Borrachinha.

Apesar das críticas apontadas pelo brasileiro, a luta entre Adesanya contra Gastelum tem tudo para se tornar uma das melhores exibidas pela companhia. O próprio mandatário do UFC, Dana White, demonstrou seu entusiasmo revelando que o embate entre os atletas foi um dos mais incríveis que já viu.

Uma possível luta entre Paulo e Israel, porém, pode não sair este ano. Segundo o presidente do Ultimate, a próxima luta para o novo campeão interino será pelo cinturão linear, contra o atual detentor do título, Robert Whittaker, que está afastado por lesão. O australiano, inclusive, não luta há quase um ano.

Israel, no entanto, revelou na coletiva após a luta pelo cinturão, que vai se afastar dos octógonos por um tempo para descansar, pois enfrentou duas lutas duras em pouco mais de dois meses; a penúltima, contra Anderson Silva, em fevereiro.

Paulo Borrachinha, 27, é considerado por muitos um atleta com capacidade de ser campeão da categoria, não luta desde setembro do ano passado, quando venceu o jamaicano Uriah Hall por nocaute no UFC 226. O atleta, assim com Israel, possui um cartel invicto. No total, soma 12 lutas e 11 nocautes.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário