UFC 139: Shogun perde batalha contra Hendo e Wand nocauteia Cung Le

Com um programa de lutas repleto de emoção e bons combates do início ao fim, o UFC 139 movimentou a cidade de San Jose, na Califórnia, na noite deste sábado (19). Na luta principal da noite, Mauricio Shogun e Dan Henderson travaram uma verdadeira batalha de 25 minutos, com o norte-americano deixando o octógono com a vitória após suportar um duro castigo no quinto round. Por sua vez, Wanderlei Silva, enfim, reencontrou o caminho das vitórias. Em uma luta tática, o brasileiro usou bem o conta-ataque para acertar Cung Le e nocauteou o vietnamita no final do segundo round. Já na luta 100% brasileira, melhor para o potiguar Gleison Tibau, que travou um bom duelo contra o carioca Rafael dos Anjos e faturou a disputa na decisão unânime dos juízes.

VEJA TAMBÉM
Comente o Shogun vs. Henderson no Fórum SUPER LUTAS
O que achou da vitória de Wand? Deixe sua opinião no Fórum

Dan Henderson vence Mauricio Shogun em luta épica
Valeu a pena esperar! Mauricio Shogun e Dan Henderson marcaram seus nomes na história do extinto Pride, histórico evento japonês, mas nunca se enfrentaram em terras nipônicas. Mas na luta principal do UFC 139, os lutadores fizeram um duelo eletrizante, disputado e cheio de alternâncias.

Henderson começou melhor a luta e logo no início aplicou uma sequência de golpes em Shogun que sentiu. O brasileiro foi ao chão e o adversário tentou encaixar um estrangulamento, que foi bem defendido. Ainda no final do primeiro round, o atleta tupiniquim conseguiu devolver o knockdown e derrubou Hendo, que absorveu bem o golpe e se levantou rápido e evitar de ser castigado no solo.

No segundo e terceiro assalto, Hendo foi superior e levou vantagem no combate. O americano castigou o Mauricio, que sangrava muito e já aparentava cansaço.

Porém, quando tudo parecia perdido, o brasileiro começou uma recuperação impressionante. No quarto round, Shogun encaixou um upper de direita que fez o adversário sentir. Sem perder tempo, o brazuca levou a disputa para o solo, montou e puniu o Dan com socos por cima.

No quinto assalto, sabendo que estava em desvantagem nas papeletas dos juízes, novamente Shogun partiu para o ataque. O lutador curitibano buscou a queda, derrubou o americano, montou e aplicou um duro castigo em Hendo, que apenas se defendeu durante todo o round. Ao final de 25 minutos de uma verdadeira batalha, os lutadores estavam exaustos e foram aplaudidos de pé pelo público.

Na decisão final, os três juízes laterais deram a vitória para Dan Henderson (48×47, 48×47, 48×47), que emplaca sua quarta vitória consecutiva e fica perto de desafiar Jon Jones pelo cinturão dos meio-pesados do UFC.

Wanderlei Silva atropela Cung Le
Com inteligência, emoção e com a tradicional agressividade. Desta forma pode-se definir a vitória de Wanderlei Silva sobre Cung Le. O brasileiro começou a luta de forma cautelosa, esperando os ataques do vietnamita para jogar no contra-ataque. Por sua vez, Le trabalhou seu arsenal de chutes e golpes rodados, quase sempre parados na guarda do brasileiro. Porém, com uma linda cotovelada giratória, o vietnamita provocou o desiquilíbrio de Wand, que conseguiu continuar no duelo. Já no segundo round, veio o show. Novamente jogando no contra ataque, Silva defendeu as investidas do adversário e contra golpeava de forma sensacional. Com uma sequência de golpes retos, Wand fez Le sentir e conectou as temidas joelhadas no oponente que foi ao chão. Sem perder tempo, o brasileiro encaixou a sequência de golpes no solo e forçou o árbitro a encerrar a disputa e decretar o nocaute técnico.

Com a vitória, Wand espanta a má fase, já que vinha de quatro derrotas em cinco lutas, e tenta se recolocar entre os melhores atletas da divisão de pesos médios

Faber finaliza Brian Bowles e fica perto da revanche contra Cruz
O norte-americano Urijah Faber não esconde de ninguém o desejo de ter a revanche contra Dominick Cruz e tentar conquistar o cinturão dos pesos galos do UFC. E neste sábado, o “California Kid”, como é conhecido, contou com o apoio da torcida para dominar e vencer Brian Bowles de forma espetacular. Depois de levar pequena vantagem no primeiro round, Faber partiu com tudo pra cima no início do segundo round. Urijah aplicou uma incrível sequência de golpes com diretos, cruzados e uma potente joelhada que levaram Brian ao chão. No solo, Faber não perdeu tempo e encaixou uma justíssima guilhotina para encerrar a disputa.

Com o resultado, o “Califórnia Kid” fica próximo de ter uma nova chance de enfrentar Dominick Cruz, campeão da categoria de pesos galos do UFC.

Martin Kampmann vence Rick Story
O combate entre os meio-médios Martin Kampmann e Rick Story era cotado para ser um dos melhores da noite, mas não foi isso que aconteceu, com os atletas mantendo o duelo travado na maior parte do tempo. Story começou melhor na peleja, soltando o jogo, conectando bons golpes e fazendo o dinamarquês andar para trás. Já no segundo round, Kampmann se recuperou e controlou bem a peleja no chão, de onde somou pontos e empatou a peleja. No round decisivo, Martin, melhor preparado fisicamente, impôs algumas quedas sobre um exausto Story e quase finalizou a disputa nos instantes finais com um mata-leão, porém o gongo salvou o norte-americnao. No final, os juízes viram a vitória de Martin Kampmann

Stephan Bonnar domina Kyle Kingsbury
Na primeira luta do card principal, Stephan Bonnar não deu chances para Kyle Kingsbury. A luta começou bastante movimentada na trocação, com Bonnar conectando os melhores golpes, porém, Kingsburry não se abatia e aceitava a troca de socos. Porém, nos assaltos seguintes, Stephan mudou a estrategia e levou a disputa para o chão. No solo, o participante da primeira edição do The Ultimate Fighter dominou o adversário, passou a guarda e controlou a peleja.  Ao final da disputa, vitória de Stephan Bonnar na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×25, 30×27).

Tibau vence Rafael dos Anjos em luta equilibrada
No combate 100% brasileiro do UFC 139 melhor para o potiguar Gleison Tibau, que em um duelo bastante movimentado e equilibrado, derrotou o carioca Rafael dos Anjos na decisão unânime dos juízes. No início da luta,  dos Anjos trabalhou bem as combinações de chutes baixos e golpes de boxe, enquanto Tibau usava o contra golpe e arriscava em algumas quedas. Já no segundo assalto, Gleison voltou com tudo e aplicou uma incrível sequência em Rafael, que sentiu, quase foi ao chão, mas conseguiu continuar na disputa. Nó último e decisivo round, a disputa continuou equilibrada, mas uma queda conquista pelo atleta potiguar no final da parcial, pode ter sido decisiva. Ao final dos 15 minutos regulamentares, os juízes laterais decretaram a vitória de Gleison Tibau (30×27, 28×29, 29×28)

 

Confira abaixo os resultados completos do UFC 139

Card Principal

Dan Henderson derrotou Maurício Shogun na decisão unânime dos juízes;

Wanderlei Silva derrotou Cung Le por nocaute no R2;

Urijah Faber finalizou Brian Bowles com uma guilhotina no R2;

Martin Kampmann derrotou Rick Story na decisão dividida dos juízes;

Stephan Bonnar derrotou Kyle Kingsbury na decisão unânime dos juízes;

Card Preliminar

Ryan Bader derrotou Jason Brilz por nocaute técnico no R1;

Michael McDonald derrotou Alex Soto por nocaute no R1;

Chris Weidman finalizou Tom Lawlor com um estrangulamento no R1;

Gleison Tibau derrotou Rafael dos Anjos na decisão dividida dos juízes;

Miguel Angel Torres derrotou Nick Pace na decisão unânime dos juízes;

Seth Baczynski finalizou Matt Brown com uma guilhotina no R1;

Danny Castillo derrotou Shamar Bailey por nocaute técnico no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário