Khabib Nurmagomedov sugere como Dustin Poirier poderia vencê-lo: ‘Tem que me nocautear’

Campeão linear dos leves, russo mostra respeito a estilo de adversário, mas acredita ser superior a norte-americano no UFC 242, em setembro

k. Nurmagomedov (esq.) sugere como D. Poirier (dir.) o derrotaria. Foto: Reprodução/YouTube Ufc

Um dos combates mais aguardados de 2019 é, certamente, o encontro de Khabib Nurmagomedov contra Dustin Poirier, pelo UFC 242, no dia 7 de setembro, em Abu Dhabi. Em entrevista recente ao site ‘Combate’, o atleta confessou que Dustin deve mirar o nocaute, caso deseje sair vencedor do duelo. Os dois se enfrentam pela unificação do título dos leves (até 70,3kg.) na luta que marcará o retorno de Khabib ao UFC após quase um ano afastado.

Veja Também

Donald Cerrone tranquiliza fãs sobre estado de saúde: ‘Estou saudável’
Empresário de Rose Namajunas revela que atleta deve voltar a enfrentar Jéssica ‘Bate-Estaca’ no futuro
Próximo de duelo contra Chael Sonnen, Lyoto Machida se surpreende com respeito de adversário

“Acho que Dustin é um oponente duro, com boa experiência e muitas habilidades. Tenho que me preocupar com a trocação (luta em pé). Mas, se você vir meus oponentes, Edson Barboza, Michael Johnson, Conor McGregor, todos são bons boxeadores. Eu tive experiência contra bons boxeadores. Dustin é um dos melhores. Para ele, se quiser me vencer, tem que me nocautear, senão vou continuar, vou em frente, pressionar, fazê-lo cansar” afirmou o atleta.

Na última quarta-feira (12), o lutador participou de uma coletiva para a promoção do duelo que marcará seu retorno ao Ultimate após cumprir suspensão de nove meses, em consequência da confusão ocorrida no UFC 229, iniciada pelo russo ao derrotar McGregor, em outubro do ano passado. Como previsto, o nome do irlandês foi citado algumas vezes pelos jornalistas presentes e, apesar de não negar um possível reencontro, o atleta foi direto ao dizer que Conor precisa voltar a vencer para enfrentá-lo.

“Nos últimos três anos, ele possui apenas uma vitória. Por que ele mereceria uma revanche? Ele bateu. Me implorou para parar (a respeito da finalização aplicada pelo russo sobre o irlandês). Agora, ele está falando sobre uma revanche?”, questionou Khabib.

Com McGregor fora de cogitação, o foco da ‘Água’, então, parece ser o norte-americano Dustin Poirier, que conquistou o direito de dividir o octógono com o russo após travar um combate épico contra Max Holloway em disputa do cinturão interino da divisão.

“Estou me preparando para a maior luta da minha vida”, disse Khabib.

Aos 30 anos, Nurmagomedov vem traçando um caminho para se tornar um dos maiores nomes da história do esporte. Com 27 lutas em seu cartel profissional, o atleta nunca foi derrotado.

Poirier, também de 30, atuou por 30 vezes no MMA, triunfando em 25 e perdendo cinco.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário