Urijah Faber responde a desafio de Henry Cejudo: ‘Adoraria enfrentá-lo’

Membro do ‘Hall da Fama’ do UFC respondeu positivamente ao convite do campeão dos galos para dividir o octógono no futuro

U. Faber (foto) aceita desafio de H. Cejudo. Foto: Reprodução/Instagram @urijahfaber

Pouco tempo depois de anunciar, aos 40 anos, seu retorno ao MMA, e com compromisso agendado, Urijah Faber recebeu um desafio inusitado, no último sábado (8). O novo campeão dos galos (até 61,2kg.), Henry Cejudo, lançou um desafio ao atleta, entre outros nomes. Em entrevista ao apresentador Jim Rome o ‘California Kid’ prontamente aceitou o convite. Faber não atua desde dezembro de 2016.

Veja Também

Khabib Nurmagomedov sugere como Dustin Poirier poderia vencê-lo: ‘Tem que me nocautear’
Donald Cerrone tranquiliza fãs sobre estado de saúde: ‘Estou saudável’
Empresário de Rose Namajunas revela que atleta deve voltar a enfrentar Jéssica ‘Bate-Estaca’ no futuro

“Eu adoraria enfrentá-lo. Não existe nada no mundo que me empolgue mais do que a ideia de encarar alguém que pode ser considerado um dos melhores atletas das artes marciais. O que poderia ser mais animador do que isso?”, questionou Urijah.

O desafio lançado por Cejudo aconteceu ainda no octógono, após o norte-americano desbancar o brasileiro Marlon Moraes na luta pelo título dos galos, no UFC 238. Na ocasião, além de Faber, Henry também revelou o desejo de encarar os ex-campeões da divisão Cody Garbrandt e Dominick Cruz.

Para Cejudo, o importante para seu legado é ser conhecido como o atleta que desbancou lendas do esporte. Urijah, mesmo não tendo conquistado nenhum cinturão do UFC em sua passagem pela organização, travou combates históricos pela companhia, o que o levou a entrar para o ‘Hall da fama’, em 2017.

A diretoria do Ultimate, no entanto, ainda não se manifestou sobre os pedidos do novo campeão. No entanto, o atleta deverá esperar um pouco para ser atendido, já que o ‘chefão’, Dana White, havia sinalizado, durante a semana que antecedeu o UFC 238, que o campeão da divisão enfrentaria o vencedor do combate entre Aljamain Sterling e Pedro Munhoz. Caso seja mantida a estratégia, Cejudo terá que passar por mais um desafio antes de conquistar suas exigências.

Faber também não poderia realizar o duelo contra Cejudo imediatamente. Após anunciar seu retorno aos octógonos, no final de maio, o atleta foi rápido e já agendou seu compromisso para sua reestreia como atleta de MMA profissional. O lutador dividirá o octógono com Ricky Simon, na luta co-principal do UFC Sacramento, em 13 de julho.

Durante toda a sua carreira, Urijah atuou por 43 vezes, vencendo 33 e sendo derrotado 10 vezes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário