‘Cara de Sapato’ enfrenta Uriah Hall no UFC Vancouver, em setembro, diz site

Vindo de derrota, brasileiro tem acordo verbal para encarar jamaicano em evento que acontece no Canadá

A. Cara de Sapato (esq.) enfrenta U. Hall (dir.) em setembro. Foto: Montagem SL / MMA Press

O brasileiro Antônio ‘Cara de Sapato’ terá a chance de se recuperar de sua última derrota para Ian Heinisch ocorrido no último mês, n UFC Rochester. Segundo o site ‘Combate’, o atleta chegou a um acordo verbal para enfrentar o jamaicano Uriah Hall, atual 14º no ranking dos médios (até 83,9kg.). Caso o Ultimate confirme o duelo, o brasileiro poderá voltar a sonhar com o top 10 da categoria.

Veja Também

Urijah Faber responde a desafio de Henry Cejudo: ‘Adoraria enfrentá-lo’
Khabib Nurmagomedov sugere como Dustin Poirier poderia vencê-lo: ‘Tem que me nocautear’
Donald Cerrone tranquiliza fãs sobre estado de saúde: ‘Estou saudável’

Cara de Sapato’ esteve fora dos octógonos durante mais de um ano após tratar de lesões que impediam o atleta de permanecer ativo dentro da organização. Antes de seu retorno, em maio, o paraibano vinha em uma ótima sequência de vitórias no UFC. O lutador conquistou cinco triunfos seguidos, mas a boa fase foi interrompida após ter seu jogo totalmente anulado por Ian Heinisch no combate realizado no último mês.

Seu provável adversário, Hall, vem se recuperando de uma má fase na carreira. Antes de seu último duelo, em que derrotou o norte-americano Bevon Lewis por nocaute, no UFC 232, em dezembro de 2018, o atleta somava quatro derrotas em seus últimos cinco compromissos. Seu último revés, inclusive, aconteceu no encontro com o brasileiro Paulo ‘Borrachinha’, em julho do ano passado.

Os dois atletas são ex-finalistas do TUF (The Ultimate Fighter). Cara de Sapato disputou a terceira edição do reality, que aconteceu no Brasil. Na ocasião, o paraibano derrotou Vitor Miranda em decisão unânime dos juízes, em 2014.

Uriah, por sua vez, apesar de chegar à final da edição número 17 do programa (em edição norte-americana), foi derrotado pelo ex-desafiante ao título interino da categoria, Kelvin Gastelum. Após o combate, os juízes elegeram o norte-americano como vencedor do duelo em decisão dividida.

Aos 29 anos, Antônio soma 13 lutas em seu cartel profissional no MMA. Em suas apresentações, conquistou 10 vitórias, perdeu duas vezes e possui um embate sem resultado.

Cinco anos mais velho do que o brasileiro, aos 34, Uriah já atuou em 21 oportunidades, triunfando 13 vezes e saindo derrotado em oito.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário