Justin Gaethje se anima após sugestão de luta contra Tony Ferguson: ‘Parece fantástico’

Em rede social, meio médio, Ben Askren, afirma que duelo entre norte-americanos seria animador e bom para a divisão dos leves

D. Gaethje (foto) se empolga com sugestão de embate contra T. Ferguson. Foto: Reprodução/Instagram @justin_gaethje

A divisão dos leves (até 70,3kg.) segue sendo uma das mais empolgantes do UFC. Com ótimos atletas figurando no topo da categoria, diversos combates poderiam ser casados e promover aos fãs eventos épicos. Um deles, um encontro entre Tony Ferguson e Justin Gaethje. Em publicação recente em sua conta oficial no Twitter, o meio médio (até 77kg.) sugeriu ao Ultimate um embate entre os dois lutadores. Justin prontamente respondeu positivamente à sugestão.

Veja Também

‘Cara de Sapato’ enfrenta Uriah Hall no UFC Vancouver, em setembro, diz site
Urijah Faber responde a desafio de Henry Cejudo: ‘Adoraria enfrentá-lo’
Khabib Nurmagomedov sugere como Dustin Poirier poderia vencê-lo: ‘Tem que me nocautear’

“Parece fantástico. Me leve para seu lado negro”, publicou Justin, fazendo referência a Tony.

Justin vem, a cada confronto, ganhando mais reconhecimento dentro da organização. Em seu último combate, em março deste ano, pelo UFC Filadélfia, o atleta bateu o brasileiro Edson Barbosa em um confronto em que muitos acreditavam em sua derrota. Após o triunfo, o lutador saltou para a quinta posição no ranking da divisão, atrás de Donald Cerrone, Conor McGregor, Tony Ferguson, além dos campeões, Dustin Poirier e Khabib Nurmagomedov.

Recentemente, o norte-americano chegou a desafiar o irlandês Conor McGregor para um confronto. No entanto, o ex-campeão parece não ter se interessado em colocar seu jogo em prática contra Justin.

A peleja contra Ferguson também pode não ser interessante para ‘El Cucuy’, já que a diretoria do Ultimate revelou que o vencedor do combate entre Tony e Cerrone se credenciaria a lutar pelo cinturão da categoria após a disputa entre Poirier e Nurmagomedov, que se encontram em setembro pela unificação do título.

Corre nos bastidores a notícia de que Tony apenas retornaria para o octógono caso enfrentasse McGregor em uma luta que renderia muito dinheiro para todas as partes. Fora isso, o cenário ideal para Ferguson seria aguardar o vencedor do UFC 242 e realizar seu tão sonhado combate pelo cinturão linear da divisão.

Gaethje, no entanto, tem encontrado dificuldades para encontrar um oponente que o favoreça no ranking da categoria. O lutador tem se mostrado muito perigoso e já confirmou o desejo de enfrentar um atleta dentro do top 5. Desconsiderando os campeões e Ferguson, restam apenas Conor e Donald como adversários estrategicamente importantes para um embate.

Gaethje estreou no Ultimate em 2017, com vitória sobre o compatriota Michael Johnson. Após cinco compromissos pela organização, o norte-americano de 30 anos soma três vitórias e duas derrotas em sua carreira profissional no MMA.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário