Após derrotar Rafael dos Anjos, Leon Edwards sobe oito posições no ranking dos meio-médios

Jamaicano com nacionalidade inglesa tem importante salto na organização, enquanto brasileiro cai uma colocação após revés no UFC San Antonio

L. Edwards (foto) vence luta contra R. dos Anjos. Foto: Reprodução / Twitter ufceurope

O meio-médio (até 77kg.) Leon Edwards conquistou um grande feito ao bater o brasileiro Rafael dos Anjos eu seu último compromisso, no UFC San Antonio, no último sábado (20). O jamaicano com nacionalidade inglesa subiu da 12ª colocação para a quarta, que era ocupada pelo brasileiro antes do confronto deste final de semana. A informação foi confirmada com base na atualização do ranking do Ultimate no site oficial da organização. O niteroiense, agora, figura na quinta posição na categoria.

Veja Também

Há dois anos sem vencer, Bethe Correia volta ao octógono em setembro contra Sijara Eubanks, diz site
Dana volta a provocar Cyborg sobre revanche contra Amanda: ‘Tem medo de perder de novo’
Polêmico e mortal, Greg Hardy quer enfrentar a elite dos pesados

O compromisso de Rafael dos Anjos, desde o início, não era fácil. O brasileiro teria, na luta principal do UFC San Antonio, um adversário mais jovem e com uma envergadura visivelmente superior. Durante cinco rounds de confronto, Dos Anjos foi completamente dominado pelo adversário, que aproveitou de seu maior peso (no momento do embate) e envergadura para controlar melhor a distância e efetuar as melhores investidas.

Após o confronto, Edwards conseguiu sair do grupo de trás e se fixar entre os cinco atletas da elite da categoria. À sua frente, no momento, Leon conta apenas com Jorge Masvidal, Colby Covington, Tyron Woodley e o campeão, Kamaru Usman. Ao deixar o octógono, Edwards fez questão de lançar seu primeiro desafio. O lutador convidou Jorge Masvidal, que tomou recentemente grande notoriedade dentro da companhia após aplicar o nocaute mais rápido da história do UFC em Ben Askren (5s), a dividir o octógono. Masvidal, no entanto, prontamente recusou a oferta, já que, segundo o norte-americano, a diretoria do Ultimate havia lhe prometido uma chance de enfrentar o campeão.

Entre os atletas do grupo da frente, apenas Masvidal e Woodley não têm compromissos agendados. O UFC, então, deve analisar as possibilidades e decidir qual é o futuro de Leon dentro da divisão.

Com o revés, Dos Anjos, que se encontrava em uma situação cômoda dentro da categoria, mas sem chances reais de fazer uma luta pelo cinturão, terá de voltar a vencer para reconquistar a condição de possível desafiante. Em seus últimos cinco confrontos, o niteroiense de 34 anos triunfou em apenas duas oportunidades. A última, sobre Kevin Lee, ocorrida em maio deste ano.

Edwards, de 27 anos, por sua vez, vem de oito conquistas consecutivas. A última derrota do lutador aconteceu justamente para o campeão da categoria, Usman, em 2015, há mais de três anos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário