Com apelido de ‘El Toro’, Cain Velasquez estreia na Luta Livre

Ex-campeão peso pesado do UFC faz sua primeira apresentação em novo esporte e impressiona público com movimentos plásticos

C. Velasquez (centro) após sua estreia na luta livre. Foto: Reprodução/Twitter @luchalibreaaaa

Considerado por muitos um dos maiores pesos pesados (até 120,2kg.) de todos os tempos, o ex-campeão do UFC, Cain Velasquez, realizou sua estreia como atleta profissional de luta livre. Em evento ocorrido no último sábado (3), na Cidade do México, o lutador foi uma das estrelas do ‘Triple Mania’, uma das referências da modalidade no México. No espetáculo, o atleta levantou o público presente no local e surpreendeu por sua atuação com movimentos plásticos e dignos de aplausos.

Veja Também

Hannibal mostra frustração por não ganhar ‘Performance da Noite’ após boa vitória no UFC Newark
Após UFC Newark, Covington e Usman batem boca em entrevista
Presidente do Bellator se empolga com liberação de Cris Cyborg: ‘Vou ligar para o seu empresário em cinco minutos’

O ex-campeão confirmou sua presença no evento no fim de março. Restou, então, ao atleta realizar a preparação adequada para poder se apresentar ao público de forma que empolgasse a plateia, haja vista que o esporte é uma das modalidades mais prestigiadas no território mexicano. Cain, no entanto, não decepcionou. O atleta mostrou ao público movimentos complexos para um estreante e arrancou elogios de um de seus treinadores, Vinnie Massaro.

“Cain foi um grande aluno. Não só porque ele é um grande atleta, mas porque ele tem uma grande mentalidade para a luta livre. Ele quer aprender tudo e ele não tem medo de sair de sua zona de conforto”, disse o treinador.

A performance de Velasquez neste sábado também impressionou um dos companheiros do atleta na nova organização. Cody Rhodes, que também atuou no evento deste final de semana, afirmou que o lutador surpreendeu bastante por ser um estreante.

“Eu realmente estou impressionado com ele. Ele parecia uma criança grande. Ele estava respirando e estava se dando tempo para sentir o público. Eu estava feliz de ver aquela estreia”, disse Rhodes.

Fora da luta livre, a carreira de Cain não anda muito bem. O atleta tem permanecido longe dos octógonos após seguintes lesões que o impedem de performar como anos atrás. Em sua última apresentação pelo UFC, o lutador acabou derrotado por Francis Ngannou em menos de 30 segundos de combate, na luta realizada em fevereiro deste ano. Antes disso, o último confronto do norte-americano havia acontecido em 2016, quando bateu Travis Browne por nocaute técnico.

Velasquez se tornou campeão do UFC em 2010. Em sua primeira defesa, foi derrotado por Júnior Cigano, mas veio a reconquistar a cinta dois anos depois. Em 2015, o atleta foi novamente surpreendido por um brasileiro. Desta vez, Fabrício Werdum foi o responsável por destituir Cain, que não voltou a recuperar a cinta desde então.

Veja um dos golpes aplicados por Cain

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments