Após grande estreia, Michel Pereira volta ao octógono em setembro e promete show

Vindo de vitória, paraense enfrenta pedreira russa, Sergey Khandozhko, no UFC Vancouver

M. Pereira (esq.) volta a lutar em setembro. Foto: Reprodução/Instagram @michelpereiraufc

Quase três meses após sua estreia fenomenal pelo Ultimate, Michel Pereira tem um novo compromisso marcado com a organização. O atleta enfrentará o russo Sergey Khandozhko no dia 14 de setembro, pelo UFC Vancouver (CAN). A informação foi divulgada recentemente pelo próprio atleta nas suas redes sociais. Michel, inclusive, fez questão de prometer mais um show em seu próximo combate.

Veja Também

Cyborg se desculpa com presidente do UFC por publicar vídeo adulterado
Hebert Burns promete finalização para garantir contrato com UFC no ‘Dana White Contender Series’
Apenas duas semanas após bater Pantoja, Deiveson tem nova luta agendada para outubro

“Eu prometo para vocês, meus fãs, [que] luta chata não vai ser, se preparem [sic] para o show. Eu não luto só pela vitória mais sim para dar um show a todos vocês! Gratidão, galera. ‘Show man’ do UFC, Paraense Voador!”, publicou Pereira.

Michel chegou ao Ultimate para compor o grupo de lutadores dos meio-médios (até 77kg.). Logo em seu primeiro desafio, o lutador teve pela frente o norte-americano Danny Roberts. No caminho até o octógono, Pereira se emocionou bastante, tendo, inclusive, chegado às lágrimas no percurso até o campo da batalha. No entanto, após o início do combate, o atleta mostrou que o foco era seu adversário.

Pereira precisou de apenas 1m47s para eliminar seu oponente aplicando uma joelhada voadora e finalizar o combate com socos, levando o público à loucura em Rochester, Estados Unidos. Na entrevista após a batalha, o lutador voltou a enfatizar que seu objetivo nos combates é mais o entretenimento do que a vitória em si. Michel, então, garante que o importante é levar os entusiastas de MMA ao êxtase com apresentações empolgantes.

O oponente de Pereira para setembro, assim como o brasileiro, realizará seu segundo duelo pelo Ultimate. Sergey realizou seu debute pela empresa em janeiro e derrotou Rostem Akman na decisão unânime dos juízes, pelo UFC Estocolmo, na Suécia. Com apenas 27 anos, o russo apresenta um cartel recheado de combates. Foram 31 compromissos desde que o atleta realizou seu primeiro embate profissional, em 2011, com apenas 19 anos de idade. Khandozhko vem de três triunfos consecutivos na carreira e sua última derrota aconteceu em 2017.

O brasileiro, de 25 anos e que também possui um cartel com muitas lutas, vem de dois triunfos e seu último resultado negativo aconteceu em dezembro do ano passado. Michel soma 22 vitórias e nove derrotas em 31 duelos disputados.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário