Whittaker faz previsão de duelo contra Adesanya: ‘Vou vencer no segundo ou terceiro round’

Campeão linear dos médios acredita ser capaz de superar talento de nigeriano e unificar o título da divisão

R. Whittaker (foto) afirma que vê falhas no jogo de I.Adasanya .Foto: Reprodução/Facebook ufc

Um dos combates mais aguardados do ano é o encontro entre Robert Whittaker e Israel Adesanya, pela unificação do título dos médios (até, 83,9kg.). O encontro entre os lutadores está marcado para acontecer em 6 de outubro, representando a luta principal do UFC 243, na Austrália. Para o campeão linear, o combate não chegará na decisão dos juízes. Em entrevista ao programa ‘Triple M’s The Rush Hour’, Whittaker afirmou que tirou lições do embate de seu próximo rival contra Kelvin Gastelum e comentou sua expectativa para a peleja.

Veja Também

Dedé Pederneiras defende Aldo nos galos: ‘Quem duvida dele, queima a língua’
Presidente do Bellator afirma que Ryan Bader bateria Stipe Miocic em um confronto
Em raro choque de realidade, McGregor fala sobre briga em bar: ‘Eu estava errado’

“Essa é a maior coisa que eu tomei de lição do encontro entre Adesanya e Gastelum. Se Gastelum conseguiu colocar as mãos nele (Israel), eu consigo colocar as mãos nele. Sinceramente, eu acho que vou nocauteá-lo. Eu definitivamente vou buscar o nocaute, mas eu acho que vou conseguir em algum momento no segundo ou terceiro round”, declarou Robert.

Para enfrentar Adesanya, Whittaker terá de ignorar o fato de estar sem realizar um combate oficial há um ano. O atleta realizou sua última apresentação em junho do ano passado, quando bateu o cubano Yoel Romero, que recentemente foi derrotado por Paulo Borrachinha no UFC 240. O australiano, que conviveu com diversas lesões por um longo período, irá dividir o octógono com um atleta que realizou cinco combates em menos de dois anos.

Aos 30 anos, Israel é um dos atletas que se mantém invictos na carreira profissional. Ele, que, antes, era tido como uma das grandes promessas do esporte, se tornou realidade ao derrotar adversários importantes, como o brasileiro Anderson Silva e, recentemente, Kelvin Gastelum, pelo título interino da divisão.

O último compromisso de Adesanya mostrou que o lutador possui extrema qualidade ao desempenhar, junto a Kelvin, um duelo espetacular, que, certamente, marcou um dos melhores confrontos do ano no UFC.

Robert, apesar do período de inatividade, vive um ótimo momento em sua carreira. O lutador está há nove lutas sem ser derrotado. Seu último revés aconteceu em fevereiro de 2014, quando foi superado por Stephen Thompson, no UFC 270. Desde então, o australiano conseguiu uma ótima sequência de vitórias até chegar ao título da categoria, vago após a abdicação de Georges St. Pierre.

Whittaker soma 24 combates em seu cartel profissional. Ao todo o lutador tem 20 triunfos e quatro derrotas.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário