Em nova provocação, Henry Cejudo desafia ex-campeão, Dominick Cruz, em vídeo

Campeão dos moscas e galos usa rede social para convidar rival a dividir o octógono, alegando que seria uma luta fácil

H. Cejudo e seus dois cinturões. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

Quando o assunto é ‘próxima luta’, o campeão dos moscas (até 56,7kg.) e galos (até 61,2kg.), Henry Cejudo é um dos atletas mais confusos do Ultimate. A cada momento, o norte-americano lança um desafio a um atleta diferente e os convida para um confronto. O nome da vez foi o ex-detentor do título dos galos, Dominick Cruz, destronado em 2016 por Cody Garbrandt. O atleta não luta desde o episódio. Em sua conta no Instagram, nesta terça-feira (27), o ‘Triple C’ (três vezes campeão) afirmou que gostaria de um combate fácil e citou o nome de Cruz em um vídeo cômico em que conversa com seus cinturões como se fossem seus filhos.

Veja Também

Covington provoca ‘Irmãos Diaz’ e Nick responde: ‘Se quer lutar, sabe onde me encontrar’
Na busca pelo cinturão, Ngannou pede revanche contra Miocic: ‘Na primeira luta, eu não sabia o que estava fazendo’
Próxima de defesa de cinturão, ‘Bate-Estaca’ mostra foco em vitória: ‘Quero provar que sou a campeã’

“O papai teve algumas lutas duras ultimamente. No último ano e meio ele lutou contra Demetrious Johnson, o melhor (mosca) de todos os tempos, e venceu; TJ Dillashaw, o melhor galo de todos os tempos, eu o venci; também venci o matador, Marlon Moraes”, encenou Henry. O papai quer uma luta fácil, crianças. Quero alguém que eu possa quebrar. Quero alguém mole, alguém fácil”, contou o campeão.

Após as falas, Cejudo se levantou da cama em que estava e exibiu uma camisa em que estava estampada a frase: ‘Luta para revigorar’ e, embaixo, o nome de Dominick em dourado. Henry, então, olhou para a câmera e fez o desafio.

Dominick Cruz, tenho uma mensagem para você: ‘não sei como você pode dizer que você é o melhor do mundo, sendo que você não consegue ser o melhor nem do Arizona (um dos estados norte-americanos)! Você pode me fazer um favor e dobrar os joelhos para o ‘Triple C’ também”, finalizou o lutador.

Esta não é a primeira vez que Henry se lembra do nome de Cruz para um futuro confronto. Logo após bater Marlon Moraes e conquistar o cinturão vago dos galos, o atleta afirmou que seu desejo é enfrentar lendas do esporte e, ainda no octógono do UFC 238, em Chicago (EUA), o campeão desafiou nomes como Dominick, Cody Garbrandt e Urijah Faber.

Cruz, de 33 anos, estreou no UFC em 2011, no entanto, constantes lesões fizeram com que o atleta realizasse, ao todo, apenas seis combates em oito anos de organização. Em toda a sua carreira, o norte-americano atuou em 24 oportunidades e foi derrotado em apenas duas. Entre 2008 e 2016, Dominick conseguiu emplacar uma sequência de 13 combates sem ser derrotado.

Embora tenha desafiado Cruz, Cejudo foi alertado que precisa, antes, defender seu título dos moscas. O atleta, hoje, se recupera de uma cirurgia no ombro e deve retornar aos combates apenas no ano que vem.

Assista ao vídeo na íntegra

 

Ver essa foto no Instagram

 

Bend the knee!

Uma publicação compartilhada por Henry Cejudo (@henry_cejudo) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments