Demian Maia e Ben Askren fazem primeira encarada antes do UFC Cingapura

Atletas realizam luta principal do evento, que acontece em 26 de outubro

D. Maia (esq.) e B. Askren (dir.) fazem encarada. Foto: Reprodução/Instagram @demianmaia

O brasileiro Demian Maia e o norte-americano Ben Askren realizaram a primeira encarada para a promoção do UFC Cingapura, que ocorre no dia 26 de outubro. Em um encontro respeitoso, os atletas ficaram frente a frente e depois posaram para fotos na cidade-estado onde acontecerá o espetáculo. Após o momento, os atletas falaram com a imprensa sobre a expectativa para o confronto. Maia, inclusive, falou sobre a aposentadoria.

Veja Também

Cyborg estreia no Bellator em luta pelo cinturão, diz presidente
Dominick Cruz responde às provocações de Cejudo: ‘No MMA, ainda está verde’
Ferguson espera vitória de Poirier sobre Khabib para futura disputa entre norte-americanos

“Depois dessa luta quero fazer mais algumas e talvez seja só isso”, declarou o brasileiro.

Longe do topo da divisão (10º no ranking) e aos 41 anos de idade, Maia dificilmente conseguirá grandes feitos dentro da categoria dos meio-médios (77kg.). Com um alto número de jovens talentos na divisão, o veterano se tornou uma espécie de teste para lutadores que sonham em disputar um lugar na elite dos atletas.

No entanto, o lutador goza de prestígio no universo do MMA, principalmente por se mostrar um atleta duro de ser batido e se apresentar com maestria no jiu-jitsu, sendo, para muitos, o melhor representante do esporte na história da companhia.

Em seu próximo compromisso, Demian irá enfrentar um atleta que foi contratado como uma grande promessa para a empresa. Ben Askren foi trazido ao UFC em um negócio que envolveu a troca com o antigo campeão dos moscas (até 56,7kg.), Demetrious Johnson, junto ao ONE FC.

O atleta chegou invicto ao Ultimate. Em seu primeiro compromisso, derrotou o ex-campeão da categoria, Robbie Lawler e, logo em seguida, foi escalado para enfrentar Jorge Masvidal. O embate com Jorge, no entanto, se tornou um pesadelo para Askren. No combate que representava um dos duelos mais aguardados do UFC 239, em julho, Ben foi levado a nocaute com apenas cinco segundos de luta, sofrendo a derrota mais rápida da história da organização.

O combate contra Maia, então, é visto como uma necessidade de redenção para o atleta. Vencer um oponente como Demian, que é ex-desafiante ao título dos meio-médios e médios (até 83,9kg.), pode colocar qualquer atleta nos holofotes da organização.

“O UFC tem pouca memória e, se eu conseguir vencer minhas próximas lutas, voltarei aos trilhos novamente. Estou tratando essa luta tão seriamente quanto todas as outras, principalmente porque voltei a um lugar em que tive muitas vitórias (Cingapura)”, disse Ben.

Assista à encarada

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments