Lenda do MMA, Chuck Liddell cogita migrar para o WWE: ‘Não tenho nada contra a luta livre’

Ex-campeão meio-pesado do Ultimate mostra entusiasmo com possível aventura e afirma que estuda nova carreira

C. Liddell estava aposentado desde 2010. Foto: Reprodução/Instagram @chuckliddell

O norte-americano Chuck Liddell é considerado uma das maiores lendas do MMA de todos os tempos. Conhecido por sua raça e agressividade em seus confrontos, o atleta, que já ostentou o título de campeão meio-pesado (até 93kg.) do Ultimate, surpreendeu ao sugerir que pode se arriscar como profissional na Luta Livre (Telecatch). A informação foi divulgada em entrevista recente ao ‘ComickBook.com’.

Veja Também

Vindo de duas derrotas, Vinícius Mamute espera primeira vitória pelo UFC neste sábado: ‘Que venha a finalização’
White fala sobre Colby negar combate contra Usman: ‘Quando ele quiser lutar, vai nos avisar’
Estreante no Ultimate, Vanessa Melo falha em corte de peso para luta neste sábado

“Eu costumava sair com Shan McMahon (um dos sócios da WWE, empresa de Luta Livre Norte-Americana) de vez em quando e ele disse que se em algum momento eu estivesse seriamente interessado a ingressar na luta livre, para procurá-lo, e a gente conversaria”, disse Chuck.

O atleta comentou, ainda, que adora estar em uma luta de verdade, mas possui profundo respeito pelo possível novo esporte. Afina, no WWE, apesar de não haver um contato iminente de lesões graves, ainda é necessário um conhecimento técnico apurado para não sair ferido.

“Eu amo lutar e estar em um confronto real. Quero dizer, não tenho nada contra o WWE. Eu não me importaria de fazer isso também. É apenas atuação aqui e ali. Aqueles caras fazem coisas impressionantes no ringue. É tudo atuação, mas não é fácil”, declarou o ‘Homem de Gelo’.

Liddel, no entanto, afirmou que uma de suas preocupações seria o fato de colocar sua integridade física nas mãos de um companheiro de cena. Na luta livre, os atletas saltam, disparam golpes plástico, utilizam assessórios para atacar como cadeiras, tacos, escadas e afins. Para o ex-campeão do UFC, isso pode ser um pouco assustador.

“Uma das coisas que eu sempre tive com esse esporte também é a diferença entre o meu esporte e as coisas deles. Veja, você está confiando no outro cara para não se machucar. Entregando seu corpo a ele. Tipo, se jogar e esperar que ele não te machuque. No meu esporte, eu sou responsável por você não me machucar. Eu gosto de ter a responsabilidade do meu lado, não do seu”, finalizou o atleta.

Chuck é um dos percussores do que é conhecido hoje como MMA. O atleta iniciou sua carreira nas artes marciais mistas em 1998. O auge de sua carreira aconteceu entre os anos de 2004 e 2006, quando o norte-americano era considerado um dos lutadores mais temidos do Ultimate.  O ‘Homem de Gelo’ ostentou o título, que hoje pertence a Jon Jones, entre 2005 e 2007, quando foi derrotado por Quinton Jackson.

Liddell se aposentou em 2010, após sofrer uma série de três derrotas consecutivas. No entanto, no ano passado, Chuck resolver calçar as luvas novamente e reeditar um confronto contra Tito Ortiz, contra quem havia lutado em duas ocasiões – e vencido. Em 2018, aos 49 anos, o ex-campeão mostrou que a forma física não era a mesma e acabou batido logo no primeiro round por nocaute.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário