UFC Cidade do México: Yair Rodriguez e Jeremy Stephens trocam forças para chegar à elite dos penas neste sábado

Atletas travam luta principal em busca do top 5, no UFC Cidade do México, neste sábado, em card com cinco brasileiros

Y. Rodriguez (esq.) e J. Stephens (dir.) em encarada para o UFC Cidade do México. Foto: Reprodução/YouTube MMA Fighting

Pela primeira vez em 2019, o Ultimate chega em território mexicano e leva seus atletas a se apresentarem no UFC Cidade do México, que acontece neste sábado (21). Para o evento, a diretoria escalou Yair Rodriguez para representar as cores de seu país contra o norte-americano Jeremy Stephens na luta principal da noite. Ao todo, 24 atletas trocarão forças no octógono neste final de semana, entre eles, cinco brasileiros.

Veja Também

Lenda do MMA, Chuck Liddell cogita migrar para o WWE: ‘Não tenho nada contra a luta livre’
Vindo de duas derrotas, Vinícius Mamute espera primeira vitória pelo UFC neste sábado: ‘Que venha a finalização’
White fala sobre Colby negar combate contra Usman: ‘Quando ele quiser lutar, vai nos avisar’

O público mexicano tem motivos para se empolgar com a atração principal. Uma das promessas do país, Yair, está pronto para tentar seguir sua caminhada rumo ao topo da categoria dos penas (até 65,7kg.), que hoje é dominada por Max Holloway.

Tanto no card preliminar, quanto no principal, atletas tupiniquins irão tentar levantar a bandeira brasileira e conquistar triunfos sobre seus oponentes. Entre os cinco combatentes estão Marcos Dhalsim, Bethe Correia, Vinícius Mamute, Ariane Sorriso e Vanessa Melo.

Rodriguez x Stephens

Os olhos dos fãs de MMA, além dos 11 confrontos iniciais, estarão voltados para o combate principal da noite. No duelo, Yair Rodriguez irá enfrentar o perigoso Jeremy Stephens.

O mexicano vem de uma ótima vitória sobre o ex-desafiante ao título da divisão, ‘Zumbi Coreano’, em uma peleja que foi decidida no segundo final do encontro, quando Yair, que vinha sendo derrotado, encontrou uma cotovelada surpresa que levou seu oponente a nocaute instantâneo, sendo declarado o vencedor. O episódio aconteceu em novembro do ano passado, na luta principal do UFC Denver.

Lutando fora de casa Jeremy Stephens terá o dever de tentar frustrar a empolgação do público mexicano neste sábado. O atleta, que enfrenta um momento complicado na carreira, após derrotas consecutivas para José Aldo, em julho do ano passado, e Zabit Magomedsharipov, em março, o nocauteador precisa passar por cima de Rodriguez para tentar voltar ao top 5 da categoria.

Atualmente, Yair figura na sexta posição do ranking, enquanto seu oponente vem logo em seguida, em sétimo.

Brasileiros no card

Marcos Dhalsim será um dos responsáveis para ditar o tom do card do UFC Cidade do México. O atleta sobe ao octógono na primeira apresentação da noite e enfrenta Claudio Puelles e busca a primeira vitória pela organização desde que assinou seu contrato profissional, em fevereiro deste ano.

Logo após Dhalsim, a ex-desafiante ao título das galos (até 65,7kg.), Bethe Correia, tenta retomar o caminho das vitórias pelo Ultimate. A lutadora vem em uma dura sequência maus resultados pela companhia. Pitbull, como é conhecida, não vence um confronto desde 2016, quando derrotou Jessica Eye na decisão dividida dos juízes, no UFC 203. A adversária da paraibana, Sikara Eubanks, também precisa vencer para afastar a derrota sofrida em duelo conta Aspen Ladd, em maio deste ano.

Vinícius Mamute é mais um atleta que terá mais uma oportunidade de se provar diante da exigente diretoria do Ultimate. Após estrear pela empresa em 2019, em dois confrontos disputados, o brasileiro ainda não conseguiu ter o braço levantado ao fim de um combate pelo UFC. Mamute, que chegou à companhia com apenas uma derrota em seu currículo, troca forças com Paul Craig e tenta mostrar sua qualidade ao público presente.

Estreantes da noite

O card do México será marcante para duas atletas em especial. Ariane Sorriso e Vanessa Melo farão seu debute com as luvas do Ultimate. Sorriso, primeira a se apresentar, irá encarar a norte-americana Angela Hill. A prudentina defende uma invencibilidade que já dura 12 confrontos e quase cinco anos. Hill, por sua vez, precisa vencer para espantar o revés sofrido em junho para Xiaonan Yan. A lutadora vive um período instável no UFC. Em seus últimos cinco compromissos, saiu derrotada em três oportunidades.

Vanessa Melo é a última atleta brasileira a lutar no card mexicano neste final de semana. Apesar de ter falhado em seu corte de peso na última sexta-feira (20), a paulista vive a expectativa de um bom resultado na sua estreia pela organização. Melo aceitou o desafio de encarar Irene Aldana com pouco mais de uma semana para a preparação. A atleta irá participar da segunda luta no card preliminar do evento. Sua adversária vem de derrota para Raquel Pennington e quer vencer para tentar uma chance pelo cinturão das galos, que hoje pertence à Amanda Nunes. Vanessa tenta defender uma sequência de cinco vitórias consecutivas na carreira.

Ficha técnica do UFC Cidade do México

DATA: 21 de setembro de 2019

HORÁRIO: A partir das 18h00 (horário de Brasília)

LOCAL: Mexico City Arena, Cidade do México, México

COMO ASSISTIR: Canal Combate

CARD PRINCIPAL (21h, horário de Brasília)

Peso pena (até 65,7kg.): Yair Rodríguez x Jeremy Stephens

Peso palha (até 52,6kg.): Carla Esparza x Alexa Grasso

Peso mosca (até 56,7kg.): Brandon Moreno x Askar Askarov

Peso galo (até 61,2kg.): Irene Aldana x Vanessa Melo

Peso pena (até 65,7): Martín Bravo x Steven Peterson

CARD PRELIMINAR (18h, horário de Brasília)

Peso galo (até 61,2kg.): José Alberto Quiñonez x Carlos Huachin

Peso pena (até 65,7kg.): Marco Polo Reyes x Kyle Nelson

Peso palha (até 52,6kg.): Ariane Sorriso x Angela Hill

Peso mosca (até 56,7kg.): Sergio Pettis x Tyson Nam

Peso meio-médio (até 77kg.): Vinícius Mamute x Paul Craig

Peso galo (até 65,7kg.): Sijara Eubanks x Bethe Correia

Peso leve (até 70,3kg.): Cláudio Puelles x Marcos Dhalsim

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments