Yair Rodriguez elogia Stephens após bater rival no UFC Boston: ‘Respeito por este guerreiro’

Mexicano agradece norte-americano por grande combate travado na última sexta-feira e afirma que problemas ficaram no octógono

Y. Rodriguez (esq.) e J. Stephens se abraçam após batalha no UFC Boston. Foto: Reprodução/Twitter @ESPN on MMA

Y. Rodriguez (esq.) e J. Stephens se abraçam após batalha no UFC Boston. Foto: Reprodução/Twitter @ESPN on MMA

O duelo entre Yair Rodriguez e Jeremy Stephens poderia ser tratado como uma luta comum. No entanto, uma confusão envolvendo um golpe ilegal no olho do norte-americano supostamente aplicado pelo mexicano no UFC Cidade do México, no último mês, interrompeu o combate e alterou os rumos da relação entre ambos. Com novo combate agendado para o UFC Boston, Yair saiu vencedor e, após o duelo, fez questão de afirmar seu respeito pelo oponente. A declaração foi feita em sua conta no Instagram.

Veja Também

Gabriel Napão aplica duro nocaute em Pezão em evento de boxe sem luvas
Dominick Reyes
Invicto na carreira, Reyes afirma ser homem que vai bater Jon Jones: ‘Sou um animal diferente’
Dana White
Dana White sobre McGregor: ‘Ele não é mais o cara. Agora, Khabib dá as cartas’

“Eu tinha contas a acertar contra um grande rival. Eu sabia que seria um teste duro na minha carreira, mas eu me senti ótimo e abençoado por Deus por me dar a oportunidade da vitória. Meu respeito por esse grande guerreiro que, apesar de tudo o que aconteceu antes, mostrou respeito por mim e isso é tudo parte dos negócios”, escreveu Rodriguez.

No imbróglio envolvendo os atletas no UFC Cidade do México, Yair manteve a posição de afirmar que não tocou o olho de Jeremy quando os atletas estavam na trocação franca, logo nos segundos iniciais da luta. Quando percebeu que o combate não retornaria após terem passados os cinco minutos de tolerância para recuperação, o mexicano nitidamente se descontrolou sobre o octógono. Visivelmente irritado, o atleta gritava, xingava e incitava a se manifestar.

Os espectadores, indignados com o ocorrido, começaram a atirar objetos na plataforma e os combatentes tiveram de ser retirados do local sob escolta de seguranças.

Horas depois, os lutadores se encontraram no hotel, ainda na Cidade do México, e, o que parecia que seria uma conversa amistosa, quase acabou em confusão. Após trocarem algumas palavras, Stephens empurrou o mexicano, que respondeu. No momento, os atletas tiveram que ser separados por pessoas que estavam no local.

O duelo entre ambos marcava um confronto de dois combatentes que almejam uma melhor posição no ranking dos penas (até 65,7kg.). Rodriguez, sétimo e Jeremy, oitavo, buscavam a vitória para tentarem se aproximar do campeão, Max Holloway.

“Eu sigo apenas os melhores da divisão e espero que eles (UFC), depois de 10 lutas para eles, das quais oito foram vitórias, mais bônus de lutas e ‘Performances da Noite’, me deem a oportunidade de disputar o cinturão em breve”, publicou o atleta.

Atualmente, Rodriguez está com 27 anos. O combatente, que estreou no Ultimate em 2014, soma 16 lutas, com 13 vitórias, duas derrotas e um combate sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário