Cerrone confirma negociação para enfrentar McGregor: ‘Vai ser divertido’

Norte-americano se empolga com chance de enfrentar Conor em seu retorno; segundo irlandês, volta acontece em janeiro

D. Cerrone (dir.) afirma que pode enfrentar C. McGregor (esq.) em janeiro. Foto: Montagem/SL MMA Press

Não é de hoje que o duelo entre Donald Cerrone e Conor McGregor vem sendo especulado. No entanto, pelo menos ao que depender do norte-americano, o encontro está mais próximo de ser anunciado do que nunca. Segundo ‘Cowboy’, seus agentes estão em negociação para, enfim, efetuar o anúncio da peleja, que pode acontecer em janeiro, quando o irlandês, na última semana, afirmou que será seu retorno. A informação foi divulgada em declaração ao ‘TMZ Sports’.

Veja Também

Estrela do boxe, Tyson Fury quer se arriscar no MMA e pede ajuda de McGregor
Após perder para Demian, Askren exalta brasileiro: ‘Melhor de todos os tempos’
Adversário de Aldo, Marlon Moraes elogia compatriota: ‘Não tem que provar nada para ninguém’

“Eu acho que nossos times estão em negociação tentando entrar em um acordo. Parece que está indo tudo bem. Eu acho que seria uma luta grande. Muito divertida. Eu o provoquei, ele me provocou. Enfim, é uma luta que todos gostariam de assistir. Vai ser uma luta divertida. Ele é um grande lutador”, comentou Cerrone.

Os boatos sobre um combate entre Conor e Donald tiveram início depois que o irlandês elogiou a atuação do norte-americano depois que o rival bateu Alexander Hernandez, em combate válido pelo UFC Brooklyn, ocorrido em janeiro deste ano. Na ocasião, ‘Cowboy’ conseguiu um belo nocaute sobre o compatriota e, de quebra, recebeu US$100 mil (cerca de R$390 mil), ganhando o bônus de Luta e ‘Performance da Noite’.

Embora venha de duas derrotas consecutivas, os números de Cerrone ainda são um belo atrativo para qualquer combatente que deseje realizar um duelo desafiador. O lutador, hoje, ostenta o maior número de vitórias dentro do UFC. Ao todo, são 23 conquistas.

A fim de reencontrar o caminho das vitórias, ‘Cowboy’ vê no duelo contra McGregor a possibilidade de retornar ao topo da categoria, condição perdida ao ser derrotado por Justin Gaethje em sua última apresentação, em setembro deste ano.

“Apenas assine a droga do acordo. Vamos fazer isso logo”, finalizou Donald.

Em sua carreira profissional, Cerrone, de 36 anos, já realizou 50 apresentações. São 36 vitórias, 13 derrotas e uma luta sem resultado.

McGregor está em um hiato na carreira desde que foi derrotado por Khabib Nurmagomedov, em luta válida pelo título dos leves (até 70,3kg.), no UFC 229, ocorrido em outubro do ano passado. O irlandês tentava recuperar seu título, vencido em novembro de 2016. Conor foi destituído do título pela inatividade dentro do esporte.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments