Cat Zingano segue os passos de Cris Cyborg e assina com o Bellator

Ex-desafiante ao título das galos migra para a concorrência após não ter contrato renovado com organização

C. Zingano assina contrato com o Bellator. Foto: Reprodução/Instagram @alphacatzingano

A norte-americana, Cat Zingano se tornou mais uma das atletas a trocar o Ultimate pelo Bellator. Após não ter seu contrato renovado com a antiga contratante, a ex-desafiante ao cinturão das galos seguiu os passos de Cris Cyborg e tentará a sorte na empresa presidida por Scott Coker. A informação foi divulgada pelo próprio mandatário do Bellator em sua conta no Twitter.

Veja Também

Paul Craig será o novo adversário de Shogun para o UFC São Paulo
Lesão no bíceps afasta Borrachinha por oito meses e atrasa duelo contra Adesanya, diz Dana White
Duda Cowboyzinha é substituída por Vanessa Melo no UFC São Paulo

“Eu gostaria de dar oficialmente as boas-vindas à Cat Zingano”, escreveu Coker.

Zingano estreou no Ultimate em abril de 2013. Logo em seu debute, a atleta encarou uma lutadora que viria a ostentar o cinturão das galos (até 61,2kg.) no futuro: Miesha Tate. Cat, no entanto, não tomou conhecimento da compatriota e aplicou um nocaute devastador no terceiro round.

Outra vitória histórica da norte-americana aconteceu cinco meses depois. A norte-americana bateu Amanda Nunes, atual campeã das galos e penas (até 65,7kg.). Contra a ‘Leoa’, outro show. Zingano brutalmente a brasileira em um nocaute com cotoveladas que obrigaram o árbitro a interromper o duelo. O triunfo sobre a baiana abriu a oportunidade de enfrentar a lendária Ronda Rousey.

Contra Rousey, Zingano não teve a mesma competência. Logo nos segundos iniciais, após partir para cima da, então, campeã, Cat acabou vítima da arma principal de Ronda. A norte-americana foi finalizada em uma chave de braço com menos de 15 segundos, levando o público ao delírio.

Depois do revés, que também marcou o primeiro da carreira, Cat entrou em decadência e amargou mais dois reveses consecutivos. Sua última vitória pelo Ultimate aconteceu em julho do ano passado.

Em seu último desafio pela antiga empresa, Zingano voltou a perder ao ser nocauteada pela ex-campeã do Invicta FC, Megan Anderson, logo no primeiro round do UFC 232. O resultado influenciou na não renovação de contrato co a norte-americana.

Zingano chega ao Bellator aos 37 anos para tentar conquistar um título pela organização. Em sua conta oficial no Twitter a lutadora cumprimentou suas futuras adversárias.

“Olá, senhoritas. Vamos jantar ou vamos dançar?”, escreveu.

Cat Zingano soma 14 lutas, com 10 vitórias e quatro derrotas.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Valdir Morais
Valdir Morais
1 ano atrás

amanda nunes diz sou a maior lutadora do ufc e perdeu 4 vezes ,

Anderson Paranhosgomes
Anderson Paranhosgomes
1 ano atrás

O repórter não assistiu ao suposto “nocaute” uma vez que a Megan raspou o dedo do pé no olho da Cat e a mesma não teve condições de continuar a luta. O juiz erroneamente decretou um TKO ao invés de um No Contest como ocorreu na luta do Jeremy x Yair Rodriguez. Dois pesos e duas medidas para a mesma situação.

Redação Super Lutas
Admin
1 ano atrás

Na verdade é nocaute sim! O repórter, ou qualquer outra pessoa que não seja da Comissão Atlética responsável, não tem o poder de mudar o resultado de uma luta.
A própria Zingano apelou do resultado e perdeu.

Como explicação, não tem como esconder o dedo em um chute, diferente do dedo da mão, que deve estar fechado para um soco. Logo, ele faz parte do golpe.

Grande abraço