Johnny Walker se manifesta após derrota: 'Sempre um aprendizado' | SUPER LUTAS

Johnny Walker se manifesta após derrota: ‘Sempre um aprendizado’

Xodó brasileiro lança nota afirmando que é necessário aprender com os momentos difíceis; lutador sofreu nocaute brutal para Corey Anderson no UFC 244

J. Walker tem luta marcada para 2 de novembro. Foto: Reprodução/Instagram @johnnywalkerufc

A derrota de Johnny Walker para Corey Anderson, no último final de semana, pelo UFC 244 pegou muita gente de surpresa. Considerado por muitos um grande candidato a enfrentar Jon Jones pelo título dos meio pesados (até 93kg.), o brasileiro acabou sucumbindo à força do norte-americano logo no primeiro round de combate e se afastou temporariamente de seu sonho. O atleta, no entanto, afirmou que o revés servirá como ensinamento. A declaração foi feita em sua conta no Instagram.

Veja Também

“Cabeça de campeão. Nunca é uma derrota, é sempre um aprendizado. Obrigado pelo apoio”, escreveu o lutador.

Apesar de o Ultimate ter realizado um grande card, com diversas lutas interessantes, neste final de semana, muitos brasileiros direcionaram suas atenções para o combate de Walker, que atuou na última luta do card preliminar.

Os entusiastas de MMa queriam ver como o atleta se sairia atuando contra um oponente de elite, que está próximo de uma oportunidade de enfrentar Jon Jones pelo cinturão da categoria.

O roteiro favorecia o brasileiro. Com três atuações no UFC e vitórias convincentes, Johnny não demorou muito para cair nas graças dos fãs das artes marciais mistas. Porém, o combatente acabou amargando sua primeira derrota pela empresa em um nocaute devastador.

O lutador nascido em Belfod Roxo, porém, ainda tem muito tempo para se recuperar. Walker, hoje, tem apenas 27 anos e, com o último resultado, somou apenas a quarta derrota na carreira, que atualmente conta com 17 vitórias.

No compromisso contra Corey, Walker teria a chance de saltar para a sétima posição no ranking, local ocupado atualmente pelo norte-americano. Com o revés, Johnny deve continuar estacionado na 11ª posição.

Antes de encarar Anderson, o brasileiro afirmou que gostaria de atuar em mais uma oportunidade ainda em 2019, então, existe a possibilidade de o atleta tentar se recuperar do revés neste ano.

 

 

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Geraldo De Sousa Ribeiro
Geraldo De Sousa Ribeiro
1 ano atrás

Mais um brasileiro que subiu numa gilete e já está se achando o melhor do mundo. Nesse caso um lutador de MMA. Até o presidente do UFC, Dana White disse. Não se brinca nesse esporte. Todos que brincaram e desprezaram seus adversários, perderam e perderam feio. Quantas vezes o lutador Nate Dias brincou e perdeu ! O Anderson Silva. E tantos outros. Vai com com calma Johnny Walker….. Por enquanto a única coisa boa que vc tem é o nome de wisk.