Adversário de Barão neste sábado, Douglas D’Silva mostra respeito por rival: ‘Sempre será campeão’

Atleta acredita em Renan motivado para superação no UFC São Paulo, que acontece neste final de semana

D. D’Silva em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook douglasdsilva

Com 12 combates confirmados até o momento, o UFC São Paulo promete muita emoção ao público brasileiro neste sábado (16). Em especial, um combate deve eletrizar e dividir a torcida no card preliminar. O ex-campeão dos galos (até 61,2kg.), Renan Barão tentará se recuperar na carreira contra o compatriota Douglas D’Silva. Sabendo da má fase do oponente, Douglas mantém respeito pelo adversário e acredita em luta dura neste final de semana, na divisão dos penas (até 65,7kg.). A declaração foi feita em entrevista ao ‘Combate’.

Veja Também

Depois de sugerir aposentadoria, Nate Diaz volta atrás: ‘Quem disse que parei?’
Greg Hardy manda recado após nova derrota pelo Ultimate: ‘Eu não vou parar!’
Após bater Hardy, Volkov é desafiado por Ngannou: ‘Não fuja novamente!’

“Ele é um cara que eu admiro muito, é um campeão e já gostava muito de acompanhar ele por ser da nossa categoria. Sempre fazia questão de assistir as lutas dele. Fico muito feliz e é uma grande satisfação lutar com ele, independente se ele está num bom momento”, contou o atleta.

Ciente do momento vivido pelo compatriota, que não vence um combate há mais de três anos, D’Silva não minimiza o perigo que deverá encontrar ao trocar forças com o potiguar.

“Ele deixou um legado, um grande campeão e fez seu nome. Fico feliz de lutar contra ele. Ele tem um arsenal na luta em pé, grappling (luta agarrada), na parte toda de chão. Aonde eu escutar meus córners falando, vamos trabalhar em cima. Com fé em Deus, espero sair com minha mão erguida”, afirmou.

Contra Barão, Douglas realizará sua sétima luta desde que assinou seu primeiro contrato profissional com o Ultimate, em 2014. Em São Paulo, o combatente irá realizar sua estreia na divisão dos penas, deixando, ao menos provisoriamente, a categoria dos galos. Entre os mais pesados, o paraense, que vem de derrota na empresa, espera perceber a evolução de suas habilidades, já que não vai sentir tanto o corte de peso.

“Estava conversando com os treinadores e a gente optou por subir de categoria, porque eu tirava muito peso. Era muita desidratação que chegava para poder bater na categoria de baixo. Tive uns bons feitos, sim, mas era muita dureza bater esse peso. Por isso optamos para subir. Antigamente eu cortava 15, 16 kg. Às vezes 19 kg. Agora, eu comecei no corte de peso, de cinco a seis quilos. Estou com 73, 74 kg. Acredito que terei uma performance melhor por isso”, contou o combatente.

Desde que perdeu seu cinturão para TJ Dillashaw, em 2014, Barão teve de encarar o pior momento de sua carreira. Em suas últimas 10 apresentações, o potiguar teve sua mão erguida ao final do embate em apenas três oportunidades.

Renan, que já foi considerado o melhor peso por peso da empresa pelo presidente Dana White, terá, neste sábado, a chance de reencontrar o caminho das vitórias após o período tempestuoso.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments