Corey Anderson acusa Jones de fugir de luta: ‘Ele sabe que corre riscos comigo’

Norte-americano alega que desafiou campeão em 2014, mas não teve pedido atendido

C. Anderson se desculpa com J. Walker. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

O meio-pesado (até 93kg.), Corey Anderson, definitivamente está à caça do cinturão de sua categoria. Desde que bateu o xodó brasileiro, Johnny Walker, no UFC 244, o norte-americano vem tentando de todas as formas chamar atenção do Ultimate para que seja realizado um duelo contra Jon Jones. Invicto há quatro lutas, Corey chegou a acusar ‘Bones’ de estar fugindo do desafio. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, o combatente falou sobre a ambição em trocar forças contra Jones.

Saiba mais

Shogun afirma que pode se aposentar em breve, mas não agora: ‘Se parar, posso me arrepender depois’
Caso vença no UFC São Paulo, Do Bronx tem três adversários em vista para subir ainda mais nos leves
Jacaré se espelha em histórico no jiu-jitsu para triunfar na nova divisão: ‘Sempre lutei bem com os mais pesados’

“Se você olhar para trás, no UFC 181 (dezembro de 2014), eu venci Justin Jones e afirmei que poderia vencer Jones. Mas eu quero é derrotar Jon com o cinturão. Eu quero isso. Eu acho que ele sabe que é um combate perigoso. Ele corre riscos”, disse Anderson.

Corey também contou que, em 2018, os dois chegaram a trocar farpas nas redes sociais. Em um primeiro momento, Jon teria desafiado o compatriota, mas, ao perceber que Anderson aceitou, ‘Bones’ recuou na investida, segundo Corey.

“Eu venho dizendo isso desde o ano passado, quando eu pedi a luta. Ele me mandou uma mensagem me perguntando: ‘você quer lutar?’. E eu respondi: ‘quero agora mesmo’. Depois disso, ele começou a me evitar, falar algumas bobagens com meu nome e desafiar outras pessoas. Ele está me evitando. Ele me desafiou pensando que eu iria correr. Eu quero isso. Eu preciso disso. Quero isso desde que cheguei aqui”, disparou Anderson.

A fama de Corey, atualmente na quinta posição no ranking dos meio-pesados (até 93kg.), aumentou depois que o combatente venceu Johnny Walker em um nocaute rápido no UFC 244. Walker vinha sendo considerado um dos nomes que mais despontaram nas possibilidades de travar um duelo contra aquele que é considerado por muitos o melhor atleta das artes marciais mistas de todos os tempos.

Mesmo vencendo e convencendo, é provável que Dominick Reyes, atual quarto colocado, fique com a vaga de próximo desafiante. Recentemente, Jones afirmou que se reuniu com seus treinadores e, juntos, decidiram que Reyes é a melhor opção para o momento.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário