Dana se empolga com possível luta entre Jędrzejczyk e Weili Zhang: ‘Vai ser muito divertida’

Presidente do Ultimate sugere que confronto entre polonesa e chinesa pode ser confirmado em breve, mas não confirma data e local

D. White em coletiva de imprensa do UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

A diretoria do UFC pode estar próxima de anunciar a nova desafiante ao título de Weili Zhang, atual campeã das palhas (até 52,1kg.). Após bater Jéssica Andrade em seu último desafio e se colocar no topo da categoria, a chinesa pode ter pela frente a antiga dona do cinturão, Joanna Jędrzejczyk, que vem de uma vitória convincente sobre Michelle Waterson. O encontro entre a polonesa e Weili agrada ao ‘chefão’ da empresa, Dana White, que, em sua conta no Instagram.

Veja Também

Ilir Latifi estreia entre os peso pesados contra Derrick Lewis, em fevereiro, diz site
Borrachinha exagera em resposta a Adesanya: ‘Africano de mer**’
GLORY desembarca em Chicago para final de semana de eventos com dupla brasileira em ação

“Essa vai ser uma luta muito divertida”, escreveu White.

A frase do mandatário veio em resposta a um desafio feito recentemente por Joanna, que afirmou enfrentar a campeã em qualquer lugar. O importante é tentar recuperar o título perdido em 2017, após ser batida por Rose Namajunas.

“Qualquer lugar e qualquer hora. Bangkok, Sri Lanka, Warsaw, Toronto; não importa. Vou até a China para arrebentá-la”, publicou Joanna.

Após a frase da polonesa, não demorou muito para que Zhang fosse às redes sociais e respondesse à ex-campeão. A chinesa afirmou que está pronta para acalmar os ânimos de Jędrzejczyk.

“Ela parece muito irritada. Não se preocupem. Ela vai se acalmar. Estou pronta agora. Ligue para meu empresário ou para Dana White. Estou pronta”, escreveu a campeã.

Ao derrotar ‘Bate-Estaca’ com um nocaute fulminante logo no primeiro round, em combate que representou a luta principal do UFC Shenzhen, Zhang fez história ao se tornar a primeira atleta da China a ostentar um título do UFC. A vitória da atleta acabou sendo primordial para a companhia, que buscava expandir seus negócios para o continente asiático.

Aos 30 anos, Weili foi derrotada apenas uma vez na carreira, logo em sua estreia como atleta profissional, em 2013. A lutadora, no entanto, conseguiu se recuperar e não foi mais batida após o incidente. Desde o revés, foram 20 apresentações, todas com vitórias.

Joanna, por sua vez, acaba de se recuperar de uma fase complicada dentro do Ultimate. A atleta, que foi batida duas vezes consecutivas por Namajunas, tentou, sem sucesso, conquistar o cinturão das moscas (até 56,7kg.), quando subiu de divisão para disputar o título vago contra Valentina Shevchenko.

Antes de encarar Waterson, na luta principal do UFC Tampa, a polonesa vinha de três derrotas nas últimas quatro apresentações. No entanto, contra Michelle, Jędrzejczyk mostrou aos fãs de MMA que ainda tem condições de atuar em alto nível a ponto de se tornar a nova desafiante da categoria.

Aos 32 anos, Joanna soma 19 lutas, com 16 vitórias e três derrotas no MMA profissional.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments