Gaethje revela que pode ser ‘reserva’ na luta entre Khabib e Tony: ‘Se pagarem tudo, estou dentro’

Norte-americano não esconde desejo de lutar pelo cinturão do Ultimate e toparia sonho mesmo que não fosse a primeira opção

J. Gaethje em entrevista após UFC Vancouver. Foto: Reprodução/YouTube MMA Fighting

O norte-americano Justin Gaethje não esconde a expectativa por poder disputar o título dos leves (até 70,3kg.) no futuro. Com um 2019 brilhante e vindo de três nocautes em sequência, o atleta revelou, para lutar pelo cinturão, pode ser o atleta ‘reserva’ para o confronto entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson, que deve acontecer em 18 de abril. O atleta seria convocado para a disputa caso um dos protagonistas não esteja em condições de atuar na véspera do duelo. Com ressalvas, o lutador falou sobre o assunto em entrevista ao ‘The Luke Thomas Show’.

Saiba mais

Tony Ferguson manda recado a Khabib Nurmagomedov: ‘Vou fazê-lo urinar sangue’
Khabib sobre enfrentar Ferguson: ‘Mais motivado do que nas minhas últimas lutas’
Alistair Overeem desabafa sobre morte de enteada de atleta do Ultimate: ‘Enjoador’

“Se eles (UFC) cobrirem os gastos dos treinamentos, estou dentro. Eu tenho que me manter em forma de qualquer forma. Então, não iria machucar. É um compromisso financeiro, ainda mais para um compromisso desses”, contou Justin.

Desde sua vitória sobre Donald Cerrone, ocorrida em setembro, o atleta tem declarado publicamente sua vontade em testar suas habilidades contra o atual campeão, Khabib Nurmagomedov. Confiante em suas qualidades, o norte-americano faz questão de deixar registrado sua ânsia de se testar contra o russo.

“Eu quero enfrentar Khabib. Eu tenho que lutar contra Khabib. Se a luta (contra Tony) cair, e eu não estiver pronto, vou ficar irritado comigo mesmo”, declarou o norte-americano.

Antes de o Ultimate confirmar as negociações entre Khabib e Tony, Gaethje mantinha viva a expectativa de ser convidado para trocar forças contra Nurmagomedov pelo título da divisão. O atleta, no entanto, já havia dito que o grande merecedor do duelo é, de fato, Ferguson. Porém, Justin afirma estar pronto para quando a oportunidade vier.

“Estou à espera da disputa pelo cinturão. Eu quero enfrentar o vencedor da luta em abril. Venho de três nocautes consecutivos. Não tenho certeza do que mais preciso fazer. Se há mais alguém no caminho, eu teria que passar por eles. Mas eu não acho que haja. Então, o vencedor (da luta de abril) deve ser meu próximo oponente”, finalizou.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário