Ben Askren crava Jorge Masvidal como melhor atleta de 2019: ‘Infelizmente, mereceu’

Norte-americano abre mão do orgulho e elege rival como referência no esporte no ano que passou

B. Askren em entrevista para a ESPN. Foto: Reprodução/YouTube ESPN MMA

Agora ex-atleta, Ben Askren surpreendeu e elegeu Jorge Masvidal como o melhor atleta de MMA de 2019. Famoso por ter sofrido um dos nocautes mais brutais do esporte nos últimos tempos, o norte-americano abriu mão do orgulho e afirmou que o rival merece os créditos pela fama conquistada no ano passado. Em entrevista ao ‘The Arial Helwani’s MMA Show’, Askren até brincou com a situação.

Veja Também

Borrachinha critica decisão de Adesanya em enfrentar Romero: ‘Não faz sentido’
Gilbert Durinho confirma luta contra Demian Maia no UFC Brasília, em março
Em casa, Massaranduba enfrenta John Makdessi no UFC Brasília

“Gostaria de escolher o Israel Adesanya (campeão dos médios), mas sinto que seria errado da minha parte. Se eu tenho que analisar de modo imparcial, tenho que ficar com o Jorge (Masvidal)”, comentou Ben.

Mesmo sem querer, Askren acabou se tornando um dos principais responsáveis pela ascensão meteórica de Masvidal dentro do Ultimate. Em julho, pelo UFC 239, os atletas estavam escalados para realizar um dos confrontos mais aguardados do card. Houve muita provocação por parte de Ben, mas o confronto acabou tendo um fim trágico para o norte-americano.

Concentrado, Jorge conseguiu chocar o mundo ao emplacar um nocaute relâmpago com apenas cinco segundos, quando se aproveitou de uma tentativa de queda de Ben e aplicou uma joelhada voadora de rara precisão, que explodiu no rival e o levou a nocaute imediato.

O golpe entrou para a história da companhia e, mesmo assim, Askren não vê problemas em aceitar a derrota e promover o antigo adversário como grande nome da companhia no ano.

“Não me machuca (ter que admitir). As coisas são como são. Essa é a verdade. Agora, me sinto bem? (falando isso). Também não. Mas foi o que aconteceu”, finalizou.

O triunfo sobre Ben deu a Masvidal a fama de ‘mau’ e acabou garantindo ao atleta a chance de encabeçar um dos eventos mais assistidos do ano. Junto a Nate Diaz, Jorge protagonizou o UFC 244, que teve, inclusive, um título simbólico de ‘Mais Casca-Grossa’ colocado em disputa. O combatente saiu vencedor sobre Diaz e, agora, aguarda o próximo compromisso, que pode, inclusive, ser pelo título dos meio-médios (até 77kg.), que pertence a Kamaru Usman.

Além das vitórias sobre Ben e Nate, Jorge havia atuado uma vez no início de 2019, quando nocauteou Darren Till no segundo round no UFC Londres.

Na contramão do antigo desafeto, Askren viu sua carreira caminhar para trás após o encontro com Jorge. O atleta foi escalado para encabeçar o UFC Singapura e teve pela frente o veterano Demian Maia. No confronto entre grandes atletas da luta no chão, Ben acabou novamente derrotado e anunciou sua aposentadoria do esporte alguns dias depois.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário