Após derrota para ‘Zumbi Coreano’, Edgar garante migração para os galos: ‘Sempre foi o plano’

Norte-americano tenta esquecer duro revés sofrido para Chan Sung Jung, no UFC Busan, em dezembro, e mira ‘recomeço’ em nova categoria

F. Edgar (foto) substitui B. Ortega no UFC Busan Foto: Reprodução / Instagram @frankieedgar

A derrota de Frankie Edgar para Chan Sung Jung, o ‘Zumbi Coreano’, não alterou os planos do ex-campeão dos leves (até 70,3kg.) em se arriscar na categoria dos galos (até 61,2kg.). Após ‘salvar’ o card do UFC Busan, realizado em dezembro, mas sofrer um duro revés, o norte-americano afirmou que segue com os planos de descer de divisão e se arriscar no grupo dominado por Henry Cejudo. A declaração foi feita em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Veja Também

Ben Askren crava Jorge Masvidal como melhor atleta de 2019: ‘Infelizmente, mereceu’
Borrachinha critica decisão de Adesanya em enfrentar Romero: ‘Não faz sentido’
Gilbert Durinho confirma luta contra Demian Maia no UFC Brasília, em março

“Eu vou descer para os galos. Esse era o plano desde o início. As cartas têm me traído durante toda a minha carreira sendo o cara menor. Ir para a Coreia de última hora acabaram me atrapalhando ainda mais. Acho que eu preciso me colocar em uma situação favorável vencendo minha próxima luta, e isso vai acontecer nos 61kg.” afirmou o atleta.

Antes de substituir Brian Ortega, que deveria encarar Sung Jung no UFC Busan, Edgar tinha compromisso marcado contra Cory Sandhagen, atual quarto do ranking dos galos, no UFC Raleigh, em 25 de janeiro. A ideia de encarar o ‘Zumbi’, porém, fez com que o combate contra Cory fosse cancelado.

Além da derrota, um gancho médico de seis meses postergou ainda mais o debute de Frankie na nova categoria. O atleta havia realizado duas lutas em 2019 e, antes do nocaute brutal sofrido para Chan, havia travado uma batalha de cinco rounds com o ex-campeão dos penas, Max Holloway.

Atualmente, Edgar tem 38 anos e soma 32 apresentações em sua carreira como profissional no MMA. Ao todo, o norte-americano conquistou 23 vitórias, sofreu oito derrotas e tem um empate. Entre os galos, o combatente tentará conquistar o segundo cinturão desde que estreou pelo Ultimate, em 2007.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário