Cigano fala sobre retorno ao octógono após grave lesão: ‘Um choque de adrenalina’

Brasileiro, que esteve internado em outubro por uma semana após uma infecção, fala sobre ânimo para retornar ao MMA em 25 de janeiro

J. Cigano em pesagem do UFC. Foto: Reprodução/YouTube SevereMMA

O ex-campeão dos pesados (até 120,2kg.), Júnior Cigano, passou por um verdadeiro susto no fim do ano passado após contrair uma grave infecção bacteriana que o retirou da luta principal do UFC Moscou, que aconteceu em novembro. Na ocasião, o atleta ficou uma semana internado e exibiu imagens fortes da lesão na perna que o impossibilitou de permanecer no card. Recuperado, o atleta falou ao ‘MMA Fighting’ sobre o ânimo de voltar ao octógono em 25 de janeiro, na luta principal do UFC Raleigh, quando enfrenta Curtis Blaydes.

Veja Também

Após confirmação de luta, Durinho esbanja respeito a Demian Maia: ‘Vou honrar a oportunidade’
Conor McGregor surge mais forte em imagem dias antes do UFC 246
Após derrota para ‘Zumbi Coreano’, Edgar garante migração para os galos: ‘Sempre foi o plano’

“Foi (uma situação) muito séria. Eu passei uma semana no hospital pensando que seria liberado para a luta (contra Alexander Volkov, no UFC Moscou), mas o médico me disse: ‘você não tem noção do quanto isso é sério’. Ele disse que tenho sorte de ser um homem saudável e de ter ido ao hospital a tempo, ou poderia ter ido direto para a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo)”, declarou o catarinense.

Júnior, no entanto, respeitou sua real condição e se submeteu ao tratamento para que a recuperação acontecesse de forma completa e sem riscos de qualquer sequela.

“É difícil explicar como somos frágeis. Eu cuido bem de mim e isso me ajudou, neste caso, não só a suportar esta doença, mas também a ter uma boa e rápida recuperação”, explicou.

Totalmente recuperado, o atleta teve a oportunidade de encabeçar outro evento promovido pelo Ultimate. No próximo dia 25, o combatente tentará se recuperar da dura derrota sofrida para Francis Ngannou, em junho do ano passado, e busca retomar a condição de possível desafiante ao encarar Curtis Blaydes, atual terceiro do ranking.

“É como um choque de adrenalina”, disse o atleta, que completou: “Estou aqui para enfrentar os melhores porque eu acredito que posso recuperar o cinturão, e eu vou. É questão de tempo e trabalho duro”, finalizou.

Veja a lesão de Cigano (IMAGENS FORTES)

J. Cigano internado após infecção bacteriana. Foto: Reprodução/Instagram @juniorcigano

Lesão na perna de J. Cigano que o tirou do UFC Moscou. Foto: Reprodução/Instagram @juniorcigano

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments