Dana vai se reunir com Justin Gaethje para definir futuro do atleta: ‘Precisamos nos entender’

Presidente do UFC está ciente da insatisfação do norte-americano, que reclama da forma com que a empresa tem ‘casado’ suas lutas, não respeitando o ranking oficial

D. White em coletiva de imprensa. Foto: Reprodução/YouTube UFC

O ano de 2019 serviu para colocar Justin Gaethje como realidade no MMA e lançar o atleta como uma realidade na divisão dos leves (até 70,3kg.). No entanto, após negar ao atleta a chance de enfrentar Conor McGregor e afirmar que o irlandês pode ‘furar a fila’ e enfrentar Khabib em seu próximo desafio, a organização e o norte-americano acabaram entrando em conflito. Ciente da situação, o presidente da companhia, Dana White, afirmou que vai conversar com o lutador para tentar solucionar o caso. A declaração foi feita na coletiva após o UFC 246.

Veja Também

Conheça os caça-níqueis online dos Cassinos e como ganhar
Dana dá conselho a Borrachinha sobre excesso de intensidade nos treinos: ‘Tem que desacelerar’
Pai de Khabib crava valor para revanche entre o filho e Conor McGregor: ‘US$100 milhões’

“Muitos têm me perguntado sobre Justin Gaethje. A realidade é que eu e Justin Gaethje precisamos conversar cara a cara. Vou fazer isso nas próximas semanas.”, disse o chefão.

Após o UFC confirmar o retorno de Conor para 18 de janeiro e afirmar que Donald Cerrone seria o adversário, Gaethje fez duras críticas à empresa, sendo que Conor figura atrás do atleta no ranking oficial e o ‘Cowboy’ vem de uma dura derrota justamente para Justin. O estopim foi a possibilidade do irlandês lutar pelo título em caso de vitória sobre Cerrone – o que aconteceu.

Em 2019, Gaethje teve um dos melhores retrospectos de sua carreira. Além de bater ‘Cowboy’, o norte-americano também conseguiu uma grande vitória sobre o brasileiro Edson Barboza. Os triunfos colocaram Justin na terceira posição no ranking da categoria, atrás apenas do ex-campeão interino Dustin Poirier, Tony Ferguson e o campeão, Khabib Nurmagomedov.

Dana, no entanto, reconhece os feitos do lutador e fez elogios ao rendimento do atleta em suas últimas três vitórias.

“Eu gosto do Gaethje. Ele é um garoto incrível e muito talentoso. Ele e eu precisamos nos entender”, finalizou o ‘chefão’.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário