Urijah Faber apoia combate entre Cejudo e Aldo: 'Querem dinheiro. Não os culpo' | SUPER LUTAS

Urijah Faber apoia combate entre Cejudo e Aldo: ‘Querem dinheiro. Não os culpo’

Ícone do MMA afirma que luta tem mais capacidade de chamar atenção dos fãs do que outros possíveis duelos

U. Faber vence em retorno ao UFC. Foto: Reprodução/Facebook UrijahFaber

Desde que Henry Cejudo deu início às provocações a José Aldo, convidando o brasileiro para um combate pelo cinturão dos galos (até 61,2kg.), o norte-americano recebeu uma série de críticas. O fato de o manauara vir de duas derrotas consecutivas irritou alguns atletas da divisão, mas o experiente Urijah Faber afirmou entender o plano do ‘Triplo C’. Em entrevista ao ‘MMA Fighting, o ‘California Kid’ falou sobre o assunto.

Veja Também

“Eu sei que ele (Henry Cejudo) só quer ganhar dinheiro.  Eu não posso culpá-lo. Eles querem receber seu pagamento. Não é sobre fazer isso, é sobre fazer e manter isso. Existem tantos caras bons nessa divisão (galos). Eu realmente sinto que esse momento é o mais empolgante da história da categoria”, disse Faber.

As críticas à diretoria após entrar em negociações com José e Cejudo se dá pelo fato de o manauara ter sido derrotado por Marlon Moraes em seu debute pela nova divisão, no UFC 245, em dezembro. Na ocasião, Aldo acabou batido na decisão dividida dos juízes, mas, segundo Henry e o próprio presidente da companhia, houve erro dos juízes.

Assim como alguns fãs do esporte e especialistas no MMA, Urijah se lembrou do russo Petr Yan, que segue derrotando todos os adversários escolhidos pelo Ultimate e permanece invicto desde que estreou pela organização. No entanto, o norte-americano afirmou que, mesmo com suas qualidades, Yan ainda não goza de todo o prestígio necessário para conquistar o direito de desafiar o campeão.

Pensando desta forma, Faber sugeriu que o Ultimate realizasse um confronto entre Petr e o ex-campeão, Dominick Cruz. Após o encontro, o vencedor poderia atuar pela cinta.

“Eu acho que Dominick Cruz seria um pesadelo para Yan. Talvez ter Dominick de volta e enfrentando Yan, e o vencedor dessa luta (pode desafiar o campeão). Todo mundo está esquecendo de Dominick Cruz”, finalizou.

Cruz não sobe no octógono desde sua dura derrota para Cody Garbrandt, em dezembro de 2016, que rendeu ao norte-americano a perda do posto de campeão.

A expectativa é que o Ultimate confirme, em breve, o duelo entre Cejudo e Aldo para UFC 250, que deve acontecer em São Paulo, em maio.

 

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments