Amanda Ribas se empolga com luta no UFC Brasília: ‘Vou me entregar por inteiro’

Invicta no Ultimate, brasileira quer representar bem o país no confronto contra Randa Markos, em 14 de março

A. Ribas (foto) tem nova adversária no UFC Brasília. Foto: Reprodução/ Facebook UFC

Com menos de um ano desde sua estreia pelo Ultimate, Amanda Ribas já se tornou uma das ‘xodós’ no MMA feminino brasileiro. Nascida em Varginha (MG), a atleta, que está invicta na organização, espera representar bem o país na luta contra Randa Markos, no UFC Brasília, que acontece em 14 de março, no Distrito Federal. Em entrevista ao ‘Globoesporte.com’, a mineira falou sobre a expectativa para o confronto.

Veja Também

Khabib exalta Ferguson e o coloca em patamar acima de antigos adversários
Raphael ‘Bebezão’ enfrenta Alexander Romanov no UFC Lincoln, em abril
Próximo de enfrentar Deiveson Figueiredo, Benavidez não se encanta com cinturão: ‘Só um objeto’

“Estou muito feliz, 100% focada nos treinos e na dieta para poder chegar em Brasília, me entregar inteira dentro do octógono para ser feliz lá dentro e poder representar não só Varginha, que eu tanto amo, não só o Sul de Minas, mas Minas Gerais e o Brasil inteiro”, disse Ribas.

Amanda estreou no Ultimate em junho do ano passado na luta contra Emily Whitmire. Na ocasião, a combatente venceu a rival por finalização no segundo round. Em seu segundo compromisso, a brasileira teve pela frente um grande desafio. A atleta foi escalada para enfrentar Mackenzie Dern em uma das lutas do UFC Tampa, em outubro. Novamente, Ribas saiu vencedora, desta vez na decisão unânime dos juízes.

De início, a brasileira estava escalada para enfrentar Paige VanZant no UFC Brasília. No entanto, a norte-americana acabou sofrendo uma lesão e foi obrigada a se retirar do card. Desta forma, Randa acabou sendo a substituta de Paige.

Com 18 lutas como profissional no MMA, a canadense terá o desafio de suportar a pressão da torcida brasileira, além de superar o talento de Ribas, que não é derrotada desde novembro de 2015.

Aos 26 anos, Amanda, hoje, soma nove apresentações no MMA. A mineira tem oito vitórias e apenas um revés.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments