Próximo de luta no UFC Brasília, Renato Moicano analisa adversário: ‘Não é muito técnico’

Brasileiro, que faz sua estreia na divisão dos leves no próximo dia 14, acredita que pode debutar na nova categoria com o pé direito em embate contra Damir Hadzovic

R. Moicano vai atuar no UFC Brasília, em março. Foto: Reprodução/FacebookRRenatoMoicano

O brasileiro Renato Moicano está chegando à reta final de preparação para seu desafio no UFC Brasília, que acontece em 14 de março, no Distrito Federal. O atleta irá realizar sua estreia na divisão dos leves (até 70,3kg.) contra Damir Hadzovic e espera retomar o caminho das vitórias. Focado no triunfo, Moicano analisou as características do rival e, em entrevista ao ‘MMA Fighting’, falou sobre a expectativa para o combate.

Veja Também

Amanda Ribas se empolga com luta no UFC Brasília: ‘Vou me entregar por inteiro’
Khabib exalta Ferguson e o coloca em patamar acima de antigos adversários
Raphael ‘Bebezão’ enfrenta Alexander Romanov no UFC Lincoln, em abril

Ele é mais um trocador. A técnica dele não é muito polida. Ele é um cara bom, durão. Baseado no que vi, ele não é muito técnico em um aspecto de artes marciais. Ele se sai bem nos pés e defende bem quando vai para o chão para evitar ser finalizado. Acho que ele confia mais nos seus atributos físicos do que nas técnicas, mas ainda assim é um adversário perigoso. Eu tenho que prestar atenção”, afirmou.

Restando pouco mais de duas semanas para o confronto, Moicano afirma que sua equipe já traçou a estratégia para que o brasileiro não seja surpreendido pelo rival diante da própria torcida. Um revés poderia complicar a situação do atleta dentro do Ultimate.

“Temos de nos concentrar na nossa técnica, mas estar atentos aos seus atributos físicos. Ele é forte, ele é duro, mas a técnica fará a diferença. Ele não é tolo no chão, já lutou com adversários difíceis como Marcin Held e venceu por nocaute depois de ir para o chão, mas essa não é a sua arma principal. Ele sabe o básico para poder se levantar de novo, mas meu jogo no chão definitivamente é uma boa estratégia para derrotá-lo”, finalizou.

No UFC Brasília, Renato completará sua 18ª luta como profissional no MMA. O lutador, que vem de dois reveses consecutivos soma 13 vitórias, três derrotas e um empate em seu cartel.

Damir tem 18 apresentações. O atleta tem 13 resultados positivos e cinco negativos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments