Chael Sonnen se mostra favorável à luta entre Henry Cejudo e José Aldo

Ex-lutador se apoia em histórico de atletas e afirma que desejo do campeão deve ser levado em consideração

C. Sonnen (foto) manifesta apoio à luta entre H. Cejudo e J. Aldo. Foto: Reprodução/Facebook @bellatormma

O combate entre Henry Cejudo e José Aldo, agendado para acontecer na luta principal do UFC 250, em São Paulo, em 9 de maio tem sido pivô de muitas discussões no meio do MMA. Há quem critique o fato do manauara ter recebido uma chance de disputar o título dos galos (até 61,2kg.) mesmo vindo de derrota em sua estreia na nova divisão. Pensando nisso, o ex-lutador, Chael Sonnen, saiu em defesa do combate e explicou a opinião em entrevista em seu canal no ‘YouTube’.

Veja Também

Ultimate confirma coletiva entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson para março
Ultimate encaminha duelo entre Jennifer Maia e Viviane Araújo para o UFC Austin, em junho
Deiveson Figueiredo promete aposentar Joseph Benavidez após luta deste sábado

“Não estou nada surpreso por José Aldo receber uma disputa de título contra Henry Cejudo. Olha, José Aldo é o maior peso pena (até 65,7kg.) de todos os tempos. Ficou 10 anos no topo, sem perder. Ele fez um ótimo trabalho”, disse o ‘Gangster Americano’.

Sonnen também afirmou que, além do histórico positivo e trabalhos feitos pelo brasileiro no esporte, a decisão de Cejudo precisa ser considerada e respeitada. Segundo o norte-americano, os feitos recentes do campeão o colocam na condição de enfrentar quem desejar.

“A opinião de Henry deve que importar. Não podemos puni-lo por suas conquistas. Não podemos dizer: ‘você é o campeão e, portanto, seus desejos e necessidades não têm importância. Então, você enfrentará apenas o número um (no ranking)’. Esse é um argumento meio bobo. Ele fez um trabalho pesado, virando campeão e salvando uma divisão inteira. Então esse é o cara que ele quer”, afirmou Chael.

A crítica maior em relação à luta é o fato de Aldo ter sido derrotado por Marlon Moraes em sua primeira luta desde que migrou para os galos, no UFC 245, em dezembro do ano passado. No momento, para muitos, existem atletas capazes de promover um grande desafio a Cejudo e se encontram em um melhor momento na carreira, como Aljamain Sterling e Petr Yan, que, se manifestaram contra a decisão do Ultimate em confirmar o embate de maio.

Cejudo se tornou campeão dos galos após derrotar Marlon Moraes por nocaute na luta principal do UFC 238, ocorrido em junho do ano passado. O norte americano ainda não realizou nenhuma defesa de cinturão.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments