Sem lutar há quase um ano, Anderson Silva descarta aposentadoria: ‘Não vou parar ainda’

Lenda do MMA, brasileiro faz publicação profunda sobre sua relação com o esporte e garante que ainda vai se apresentar no Ultimate

A. Silva não não luta desde maio do ano passado. Foto: Reprodução/Facebook ufcbrasil

Nos últimos anos, muito tem se especulado sobre uma possível aposentadoria de Anderson Silva. Considerado por muitos como o melhor atleta de MMA de todos os tempos, o brasileiro, hoje, está longe da boa fase que o tornou mundialmente famoso no esporte. No entanto, o talento do combatente é visível quando ele sobe no octógono. Para afastar os rumores sobre ‘pendurar as luvas’, o ‘Spider’ fez uma publicação em sua conta oficial no Instagram, na qual descarta a possibilidade, ao menos por ora.

Veja Também

Após quase 10 anos atuando pela empresa, Edson Barboza pede para ser dispensado pelo UFC: ‘Deixe-me ir’
Dana White se irrita com performance de Yoel Romero no UFC 248: ‘Não fez nada’
Após derrotar Romero, Adesanya aceita desafio de Borrachinha para julho

“As pessoas me perguntam o porquê ainda quero lutar e de onde ainda encontro inspiração pra continuar. Eu particularmente acredito que o fundamental para conseguir alcançar seus objetivos na vida é o ser humano encontrar forças em meio às dificuldades para poder continuar. Eu amo meu esporte.. Me deu muitas alegrias e ainda sinto aquela vontade insaciável de subir no cage (octógono) e me divertir. Algumas pessoas não entendem e nunca irão entender que, nessa altura da minha jornada, só quero fazer o que me trás alegria e satisfação onde encontro inspiração para seguir em frente e, mesmo quando parece que não existe mais luz na escuridão, olho diretamente nos olhos da dificuldade e mostro que ela não pode e não vai me vencer. Então, a resposta é ‘não’. Não vou parar ainda”, finalizou o brasileiro.

Maior campeão dos médios da história do MMA, Anderson, durante muitos anos, foi considerado imbatível. Com qualidade em diversas áreas do esporte, era difícil prever as ações do combatente em seu auge, o que quase sempre promovia um espetáculo empolgante e inesquecível.

Hoje, com 44 anos, Silva não apresenta um retrospecto positivo em seu cartel. São três vitórias, uma luta sem resultado e seis derrotas em suas últimas 10 apresentações. O brasileiro, porém, afirma que o objetivo é apenas permanecer fazendo o que gosta, independente do resultado final.

Em sua última apresentação, em maio do ano passado,  o brasileiro acabou derrotado por Jared Cannonier em uma das lutas do UFC 237, no Rio de Janeiro.

 

Ver essa foto no Instagram

 

As pessoas me perguntam o porque ainda quero lutar e de onde ainda encontro inspiração pra continuar… Eu particularmente acredito que o fundamental para conseguir alcançar seus objetivos na vida é o ser humano encontrar forças em meio a dificuldades para poder continuar!!! Eu amo meu esporte… me deu muitas alegrias e ainda sinto aquela vontade insaciável de subir no cage e me divertir!!! Algumas pessoas não entendem e nunca irão entender que nessa altura da minha jornada só quero fazer o que me trás alegria e satisfação onde encontro inspiração para seguir em frente e mesmo quando parece que não existe mais luz na escuridão, olho diretamente nos olhos da dificuldade e mostro que ela não pode e não vai me vencer!!! Então a resposta é não não vou parar ainda 😜

Uma publicação compartilhada por Anderson “The Spider” Silva (@spiderandersonsilva) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments