Gilbert Durinho planeja desafiar Colby Covington, caso vença Demian Maia neste sábado

Brasileiro revela desejo de encarar falastrão norte-americano após compromisso no UFC Brasília

G. Durinho (foto) em vitória no UFC Fort Lauderdale. Foto: Reprodução/Twitter gilbertdurinho

O brasileiro Gilbert Durinho está próximo de realizar um dos compromissos mais importantes de sua carreira. Em grande fase, o atleta tem compromisso contra Demian Maia em uma das lutas mais aguardadas do UFC Brasília, que acontece neste sábado (14). Mesmo com foco no compatriota, o niteroiense já vislumbra o próximo compromisso, caso derrote o paulista neste final de semana. O atleta pensa em desafiar o ex-desafiante ao título da divisão, Colby Covington, para um confronto ainda este ano. A declaração foi feita em entrevista ao ‘BJ.Penn.com’.

Veja Também

Mesmo com luta fraca, Adesanya e Romero recebem maiores salários do UFC 248
Ao lado de Charles do Bronx, Mayra Sheetara promete show contra Maryna Moroz no UFC Brasília
VÍDEO: Paulo Borrachinha nocauteia Youtuber de forma brutal nos EUA

“Eu ainda estou focado no (Demian) Maia, mas eu realmente gostaria de colocar minhas mãos no Colby Covington. Ele fala muita besteira sobre o Brasil e eu acho que seria um grande desafio, depois que eu derrotar Maia. Eu não gosto do que Colby tem dito sobre Kamaru (Usman), Brasil e meu antigo empresário, Glenn Robinson. Quero colocar minhas mãos nele cedo ou tarde”, disse Durinho.

O brasileiro, no entanto, afirmou que, caso vença Demian usando seu jiu-jitsu, não haveria como o norte-americano negar uma oportunidade de realizar o confronto. Como Maia é considerado um dos grandes nomes da ‘arte-suave’ que já migraram para o MMA, um triunfo sobre o paulista o colocaria em um patamar acima de outros possíveis rivais para Covington.

“Se eu finalizar Maia, ele (Colby) tem que aceitar (o desafio). Eu tenho minha mão direita, meu jiu-jitsu e eu posso finalizar Colby, se a gente lutar”, encerrou o brasileiro.

Atualmente com 33 anos, Gilbert vem de quatro vitórias consecutivas em seu retrospecto recente. O atleta, hoje, figura na 12ª posição no ranking dos meio-médios (até 77kg.), enquanto Demian e Covington ocupam o 5º e 2º lugar, respectivamente.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments