Após derrota para Charles do Bronx, Kevin Lee afirma que pode interromper carreira por tempo indeterminado

Visivelmente chateado pelo resultado negativo no UFC Brasília, norte-americano lamenta baixo rendimento e afirma que pode ficar alguns anos sem se apresentar

K. Lee em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução /Twitter @UFC

A derrota sofrida por finalização para Charles do Bronx no último sábado (14), pelo UFC Brasília, pode ter sido providencial para que Kevin Lee tome uma atitude drástica em sua carreira. Abalado pelo não conseguir atingir o nível de competitividade desejado, o peso leve (até 70,3kg.) afirmou que deve interromper sua carreira por um tempo para que coloque sua cabeça no lugar e possa retomar o bom momento. A declaração foi feita em conversa com a imprensa após o espetáculo.

Veja Também

Johnny Walker promete melhorar wrestling após derrota no UFC Brasília: ‘Vou chegar lá’
Colby Covington se oferece para enfrentar Tyron Woodley neste sábado
Dana White confirma que não vai cancelar cards em função do coronavírus: ‘Vamos encontrar um jeito’

“Provavelmente vai levar um tempo antes de vocês me virem novamente. Preciso avaliar algumas coisas. Achei que meu camp (período de treinamento) foi ótimo. Meus treinadores me disseram todas as coisas certas a se fazer, e eu abandonei. A culpa é toda minha nesta luta. Talvez leve alguns anos (para voltar). Foi uma luta rápida. Achei que a luta ainda estava começando”, declarou o combatente.

Kevin ainda aproveitou para se desculpar pelo fato de não ter batido o peso no dia anterior ao duelo. Segundo o atleta, sua atitude foi antiprofissional e acabou interferindo no fim da preparação.

“Foi muita falta de profissionalismo da minha parte. Eu poderia ter lidado com isso de uma maneira muito melhor. Vir até o Brasil não necessariamente com pouco tempo de aviso, mas talvez devesse ter pedido mais tempo para me preparar para esta luta. Sinceramente, foi só o tempo. Eu estava despreparado para isso. Eu só posso pedir desculpas e culpar a mim mesmo”, finalizou.

O revés para Do Bronx confirmou a má fase na carreira de Lee, que agora tem três derrotas em suas últimas cinco apresentações. O norte-americano chegou a ensaiar uma recuperação em seu cartel, quando derrotou Gregor Gillespie com um nocaute devastador no UFC 244, em novembro. A boa impressão, no entanto, acabou sendo desmistificada por Charles.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário