Amanda Nunes abre como favorita nas casas de apostas para o UFC 250; José Aldo começa como azarão

Segundo Oddsshark, brasileira abriu apostas como favoritas contra Felicia Spencer; Aldo é azarão para desafiar Henry Cejudo

A. Nunes ostenta seus cinturões do UFC. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

O novo coronavírus (COVID-19) alterou a rotina de todo o mundo, incluindo o UFC. O organização cancelou os eventos até 18 de abril, mas ainda mantém agendadas o UFC 249, em abril, e o UFC 250, no mês de maio, com duas disputas de cinturão envolvendo brasileiros.

No UFC 250, edição prevista para São Paulo, dia 09 de maio, Amanda Nunes é favorita para defender o cinturão peso pena contra Felicia Spencer. Já José Aldo é azarão para desafiar Henry Cejudo pelo cinturão dos galos. A cotação é feita pela OddsShark.

(R$ 1,26) Amanda Nunes x Felicia Spencer (R$ 3,90)

Veja Também

Dana White garante retorno do UFC e dispara: ‘A mídia pode falar m*** quiser. Eles não alimentam famílias’
Joanna Jedrzejczyk mostra rosto recuperado após batalha no UFC 248
Com três brasileiros na lista, UFC anuncia barca com 13 atletas dispensados
Yana Kunitskaya brinca sobre passar quarentena com Thiago Marreta: ‘Vou engravidar mais cedo’

Atual dona do cinturão do peso pena, a baiana Amanda Nunes tem um embate com a americana Felicia Spencer no dia 9 de maio, no UFC 250, marcado para o Ginásio Ibirapuera, em São Paulo. O favoritismo da brasileira é bem evidente, dá para perceber na diferença das cotas. Avaliada em R$ 1,26 a cada R$ 1,00 aplicado por você na SpinSports, Amanda não perde há 10 lutas, contando com o cartel de 19 vitórias e 4 derrotas.

Do outro lado, Felícia tem 8 triunfos e apenas 1 revés, e vem de 1 resultado positivo sobre Zarah Fairn dos Santos em fevereiro deste ano, se recuperando do revés sofrido para Cris Cyborg. Certamente, a gringa será uma oponente bem dura!

Também está sendo especulada uma outra luta para Amanda Nunes, esta contra a pugilista americana Claressa Shields para janeiro de 2021 com o local a ser definido. Caso aconteça, a lutadora de boxe estará estreando no MMA. Como é esperado, o favoritismo aqui é total da brasileiro, que rende R$ 1,14, contra R$ 5,50 da rival.

(R$ 2,55) José Aldo x Henry Cejudo (R$ 1,52)

Assim como Amanda Nunes, José Aldo é outro lutador que está programado para subir no octógono no UFC 250. Um dos maiores nomes do nosso MMA, o manauara vem encontrando muitas dificuldades para se impor perante aos adversários como costuma a fazer em outros tempos. Exemplo disto é que na maioria de suas lutas ele vem sendo apontado como azarão. Para encarar o americano Henry Cejudo no peso galo retorno é de R$ 2,55. São 2 derrotas seguidas dentro do cartel de 28 resultados positivos e 6 negativos. Os recentes reveses de Aldo foram para Marlon Moraes e Alexander Volkanovski. A verdade que hoje em dia apostar nele é mais pela sua história do que em função de bons resultados.

Cejudo, por sua vez, tem o retrospecto de 15 vitórias e 2 derrotas, com a invencibilidade de 5 desafios. O momento do gringo é bem melhor do que o do nosso representante. Por aisso, ele paga R$ 1,52 para 1.

(R$ 2,85) Marlon Moraes x Petr Yan (R$ 1,42)

Mais para frente no ano, no dia 13 de junho, Marlon Moraes, natural de Friburgo, no Rio de Janeiro, com 23 vitórias, 1 empate e 6 derrotas, vindo de um triunfo sobre José Aldo em dezembro de 2019. Em seus últimos compromissos foram 5 resultados positivos e 1 empate. De momento, a luta contra russo Petr Yan no longínquo Cazaquistão. O europeu tem 14 triunfos e 1 único revés. A sua série invicta é de 9 lutas.

Como apostar?

Você acessa o OddsShark, escolhe uma casa de aposta e faz um cadastro simples e rápido. Em seguida, efetua uma quantia e já pode investir. Nossos prognósticos das lutas estão aqui para te ajudar a ter lucro!

Luta de alguns brasileiros nos próximos UFC:

(R$ 1,26) Amanda Nunes x Felicia Spencer (R$ 3,90) – 9 de maio

(R$ 2,55) José Aldo x Henry Cejudo (R$ 1,52) – 9 de maio

(R$ 2,85) Marlon Moraes x Petr Yan (R$ 1,42) – 13 de junho

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments