Khabib Nurmagomedov pede que população respeite a pandemia: ‘A doença é mortal’

Campeão dos leves, russo faz declaração na tentativa de conscientizar os fãs sobre os perigos do coronavírus

K. Nurmagomedov não luta desde setembro de 2019. Foto: Reprodução/Instagram@khabib_nurmagomedov

Depois de se retirar do card do UFC 249, que aconteceria em 18 de abril, Khabib Nurmagomedov deu um passo além. Preocupado com os danos causados pela pandemia do coronavírus (Covid-19), o atleta lançou uma nota na intenção de conscientizar seus fãs sobre os perigos da doença e necessidade de cuidados especiais em tempos de reclusão.

Veja Também

Adesanya reforça desejo de enfrentar Jones: ‘Mesmo se ele perder o cinturão, estou indo’
Treinador revela que lesão influenciou Amanda Nunes a deixar card de 9 de maio
Cris Cyborg narra momento de reflexão após derrota para Amanda Nunes

“Muitos esperam que esse problema passe por nossas casas sem nos atingir. Muitos ainda não acreditam na gravidade da situação. Porém, nossa negligência a respeito das recomendações de médicos junto com o pânico desenvolvido pelas pessoas levou ao aumento da disseminação da doença entre as pessoas. Isso fez com que nossos hospitais ficassem superlotados de pacientes e não há médicos e medicamentos suficientes. O número de doentes está aumentando”, escreveu Khabib.

O russo, então, aproveitou para falar aos que não acreditam na gravidade da doença que já causou milhares de mortes ao redor do mundo. Para o lutador, as medidas de prevenção devem ser acatadas e respeitadas para que o mundo possa retornar ao normal o mais rápido possível.

“Acreditem em mim. Essa doença é mortal e nós já sentimos isso. Ficando em casa nós podemos reduzir o fardo dos médicos e dos hospitais e, talvez, nossos cuidados possam salvar nossas vidas. Cuide de seus próximos e não permita que saiam de casa sem necessidade. Que Alá nos proteja de todas as doenças, cure os doentes e as pessoas ao redor do mundo”, finalizou o campeão.

No momento, não há previsão sobre quando Khabib poderá retornar ao octógono. Atualmente, o atleta cumpre seu compromisso religioso durante o período com o ramadã (período de 23 de abril a 23 de maio em que os muçulmanos praticam o jejum) e só deve voltar a lutar no segundo semestre deste ano.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Салам Аллейкум Всем – В этот священный месяц хотел бы обратиться ко всем дагестанцам и ко всем кто меня знает. Многие надеялись, что беда обойдет наш дом, многие до сих пор не верят в серьёзность сложившейся ситуации. Однако, наша халатность к советам и просьбам врачей, в купе с создавшейся в народе паникой, привели к высоким темпам распространения болезни, каждодневно усугубляя и без того тяжелое положение, и это привело к тому, что наши больницы сегодня переполнены больными, специалистов и лекарств не хватает, а число больных только растёт. Поверьте мне. Болезнь смертельно опасна и мы это уже чувствуем на себе. Оставшись дома мы сможем снизить нагрузку на врачей и больницы, и может быть, своевременно проявленная нами осторожность, станет причиной спасения чьих-то жизней. Берегите близких, не выпускайте их из дома без нужды. Пусть Аллах убережёт нас всех от всех болезней и вылечит всех больных и близких во всем мире.

Uma publicação compartilhada por Khabib Nurmagomedov (@khabib_nurmagomedov) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments