Cerrone revela situação inusitada antes de luta contra McGregor: ‘Eu não queria estar lá’

Conhecido pelo entusiasmo com que leva a carreira no MMA, ‘Cowboy’ afirma que não estava em um bom dia no compromisso contra o irlandês, em janeiro

D. Cerrone vem de três derrotas consecutivas no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @cowboycerrone

O norte-americano Donald Cerrone é um dos atletas mais carismáticos da história do Ultimate. Conhecido por sempre estar disposto a lutar, o norte-americano revelou uma situação inusitada vivida em janeiro deste ano, quando foi duramente derrotado por Conor McGregor, na luta principal do UFC 246.

Veja Também

Khabib Nurmagomedov pede que população respeite a pandemia: ‘A doença é mortal’
Adesanya reforça desejo de enfrentar Jones: ‘Mesmo se ele perder o cinturão, estou indo’
Treinador revela que lesão influenciou Amanda Nunes a deixar card de 9 de maio

“Donald apareceu, mas o ‘Cowboy’ não estava lá. O cara errado apareceu. Não conseguia seguir em frente, se empolgar, não queria estar lá. A maior luta, toda a atenção, minha hora de brilhar, mas eu não queria estar lá. Foi loucura. Não sei o porquê. Não sei como mudar aquilo, mas é uma droga”, disse Cerrone em entrevista à ‘ESPN’.

Na luta contra Conor, o norte-americano acabou sendo o atleta escolhido para dar as ‘boas-vindas’ ao irlandês em seu retorno ao octógono. O ‘Notório’ não atuava desde outubro de 2018 e acabou voltando aos holofotes do UFC após bater Donald com facilidade na divisão dos meio-médios (até 77kg.).

Pouco mais de três meses após o revés, Cerrone já tem um novo compromisso marcado com o Ultimate. O atleta estará presente no retorno das atividades do Ultimate, em 9 de maio, após uma paralisação em função da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Para sua nova apresentação, Cerrone terá o dever de trocar forças contra outro grande ícone da organização. Em sua frente, o atleta terá Anthony Pettis, contra quem lutou em janeiro de 2013, mas acabou derrotado por nocaute.

Contra o ‘Showtime’, o ‘Cowboy’ chegará à impressionante marca de 52 compromissos no MMA. Com grande experiência no esporte, Cerrone busca reencontrar a boa fase na carreira, já que vem de três derrotas consecutivas no UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments