Colby Covington afirma que só retornaria ao octógono por dois adversários

Vindo de derrota na organização, norte-americano elege atletas que o motivariam a lutar novamente

C. Covington só lutaria novamente pelo UFC contra dois oponentes. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Conhecido por não ter papas na língua, Colby Covington teve uma dura derrota em dezembro do ano passado, quando tentou conquistar o título dos meio-médios (até 77kg.). Polêmico e com grande força na promoção de suas lutas, o norte-americano afirmou que só aceita voltar ao octógono para enfrentar dois lutadores específicos. Em entrevista ao ‘MMA Junkie’, o falastrão revelou quais.

Veja Também

Apostas online mostram favoritismo de Tony Ferguson contra Justin Gaethje no UFC 249
Impossibilitado de participar do UFC 249, Aldo pede luta para julho: ‘Estarei pronto’
Thiago Moisés enfrenta Michael Johnson pelo UFC em 13 de maio, diz site

“Eu quero minha revanche contra Kamaru Usman. Não existe outra luta a se fazer. Nós temos assuntos inacabados. A forma com que a última luta acabou, todos sabem que eu estava vencendo. Era a minha luta até que Marc Goddard (árbitro) tomou aquela atitude idiota de parar, quando eu não estava nem perto de estar derrotado. Eu ainda tinha 10 rounds em mim. Poderia ir o dia todo. Não fiquei cansado”, afirmou Colby.

Mesmo tornando público seu desejo de reeditar o encontro contra o atual campeão, não é segredo para os entusiastas de MMA que a diretoria do Ultimate tem outros planos para a nova disputa do cinturão dos meio-médios. A organização planeja realizar o confronto entre Usman e Jorge Masvidal. Os combatentes, inclusive, já deram início à promoção do confronto.

Sem chance real pelo título no momento, Covington, então, tem uma carta na manga. Como não pode enfrentar o número um, o ‘Caos’, então, optou por desafiar o antigo campeão.

“Se eu não conseguir aquela luta (contra Kamaru), então a única luta que faz sentido é a de encerrar a carreira de Tyron Woodley. Você o vê falido, implorando para lutar com alguém. Ele fica dizendo: ‘Vou lutar três vezes em três semanas’. Cara, você está falido. Você não lutou nem três vezes em quatro anos. Acho que o UFC sabe minha posição”, finalizou.

Sem lutar desde dezembro, Covington, hoje, ocupa a segunda posição no ranking dos meio-médios. O atleta de 32 anos soma 17 lutas na carreira, com 15 triunfos e dois reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments